Siga o OTD

Gabriel Bandeira - Circuito Brasil

Natação

Gabriel Bandeira quebra recorde das Américas e fatura 6.º ouro em Portugal

Nadador paralímpico venceu nesse sábado (22) os 100m borboleta e ficou a 53 centésimos do recorde mundial

(Alê Cabral/CPB)

Gabriel Bandeira quebra recorde das Américas e fatura 6.º ouro em Portugal

Gabriel Bandeira encerrou sua participação no Aberto Europeu de natação paralímpica em Funchal, Portugal, com chave de ouro. Nesse sábado (22), o nadador paralímpico venceu os 100m borboleta na categoria S14 com um tempo de 54s99, bateu o recorde das Américas e levou sua sexta medalha dourada para casa.

O nadador paralímpico já havia ido muito bem na semifinal na parte da manhã. Com 57s84, fez o melhor nas semifinais e de quebra quebrou o recorde brasileiro. Gabriel Bandeira foi o único atleta do país a avançar para a final, já que André Luiz Bento ficou apenas na sexta colocação na outra bateria com 1min04s79.

Nadador da classe S14, Gabriel Bandeira fechou sua participação no Aberto Europeu de natação paralímpica em Funchal, Portugal com o ouro nos 100m borboleta
Gabriel Bandeira quebrou o recorde brasileiro já na parte da manhã dos 100m borboleta S14 em Funchal, Portugal (Instagram/flag_bill)

Na final, o nadador virou os primeiros 50 metros na frente com 25s92. Na volta, seguiu dominando e, por apenas 53 centésimos, não bateu o recorde mundial da prova do britânico Reece Dunn.

Participação espetacular

Gabriel terminou com 100% de aproveitamento nas piscinas portuguesas. O nadador já havia vencido as provas dos 100m livre, 200m medley, 100m peito – em uma dobradinha com João Pedro Brutus -, 100m costas e  200m livre.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Com a participação no Aberto Europeu de natação paralímpica, que integra o World Series, circuito internacional da modalidade organizado pelo IPC, o trio busca alcançar a classificação internacional na classe S14. Assim, Gabriel Bandeira, André Luiz e João Brutos estarão aptos a brigar entre as 31 vagas disponíveis para os Jogos de Tóquio.

Por fim, vale lembrar que as vagas brasileiras para os Jogos Paralímpicos serão definidas em junho, quando acontece a seletiva nacional. Quatro nadadores já estão garantidos no evento: Daniel Dias (S5), Wendell Belarmino (S11), Edênia Garcia (S3) e Maria Carolina Santiago (S12).

Mais em Natação