Siga o OTD

Rafael Mateus lançamento de club Jogos Paralímpicos

Tóquio 2020

Recordista mundial, Rafael Mateus busca vaga no lançamento de club

Paratleta brasileiro precisa melhorar a marca em quase cinco metros para conseguir o objetivo e tem a quarentena como um dos obstáculos

Paratleta segue em busca do índice para a Paralimpíada de Tóquio (Ronaldo Casarin/Programa Esporte Para Todos)

Recordista mundial, Rafael Mateus busca vaga no lançamento de club

Dono da melhor marca do mundo, Rafael Mateus segue vivo em busca da vaga nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Paratleta do lançamento de club, esporte destinado para pessoas com paralisia cerebral, o brasileiro é o nome a ser batido no planeta.

Rafael Mateus é o dono do recorde mundial desde 2018 na classe F31 do lançamento de club, um implemento de madeira com exatos 400 gramas. O brasileiro conseguiu alcançar a marca de 30,72 m.

Para conseguir chegar à Tóquio, Rafael terá de busrcar o índice de 35,42 m. “Almejo muito buscar o índice para os Jogos Paralímpicos, estou trabalhando muito e focado para isso”. 

Rafael Mateus lançamento de club Jogos Paralímpicos
Brasileiro é o atual recordista mundial (Ronaldo Casarin/Programa Esporte Para Todos)

Treinos em casa

Como a grande maioria dos atletas no mundo, durante a pandemia do coronavírus os treinamentos de Rafael Mateus tiveram de ser feitos em casa e focaram na parte física. Sobre o período, o paratleta foi direto. 

+ Setembro Amarelo: precisamos falar de depressão no esporte

“Sem dúvida sinto muita falta de treinar na minha cadeira de lançamento e fazer o Club voar. Os treinos adaptados ajudam a manter a forma física até certo ponto, mas faz muita falta treinar efetivamente como na competição, e trabalhando forte na academia também”. 

+ + SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

“Treinar em casa não é a mesma coisa. Estou treinando focado em melhorar a minha marca, estou fazendo aulas de Crossfit adaptado em casa com o professor Fábio Ragazini, e isso está me ajudando muito a melhorar o condicionamento físico, para dessa forma não deixar cair o rendimento”, finalizou o brasileiro do lançamento de club.

Mais em Tóquio 2020