Siga o OTD

Olimpíada

#ElasTransformam: a importância do investimento no esporte feminino

#ElasTransformam, da MRV, apoia 12 atletas mulheres e mostra importância do envolvimento de grandes marcas no meio esportivo

#ElasTransformam da MRV destaca a importância do investimento no esporte feminino
(Instagram/rayssalealsk8)

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio trouxeram à tona uma discussão antiga, mas ainda pouco resolvida: o investimento no esporte brasileiro. Na ausência de um poder público eficiente, patrocínios e apoios de grandes marcas se fazem extremamente necessários para suprir, justamente, essas carências. É o que faz a construtora MRV desde março do ano passado, apostando no investimento no esporte feminino através do projeto #ElasTransformam.

Com tradição no mundo do futebol, a MRV viu uma oportunidade de entrar também no mercado olímpico e paralímpico, apoiando uma causa de inclusão e empoderamento. Desde março de 2020 até, pelo menos, março de 2022, 12 atletas compõem o time da marca.

São elas: Kahena Kunze (Vela), Lorrane Ferreira (Natação), Luisa Baptista (Triathlon), Luiza Fiorese (Vôlei Sentado), Rayssa Leal (Skate), Silvana Lima (Surfe), Aline Silva (Luta Olímpica), Ana Patrícia (Vôlei de Praia), Ana Sátila (Canoagem), Beatriz Ferreira (Boxe), Bruna Takahashi (Tênis de Mesa) e Flávia Saraiva (Ginástica Artística).

“A MRV tem muita tradição de patrocínio esportivo, é uma trajetória de mais de 25 anos. E o que a gente entende hoje é que o esporte é uma plataforma de inclusão social, de conversas relevantes e de negócios. Então a gente percebeu que tinha uma oportunidade muito grande abraçando a causa das mulheres. Já estamos muito fortes no futebol, que conversa com a massa, e abraçamos também essa outra frente. E é uma causa que a gente está de mãos dadas, que é a representatividade feminina e do empoderamento”, explicou Alexia Drummond, diretora de marketing da MRV, ao Olimpíada Todo Dia. 

Projeto #ElasTransformam, da MRV, mostra importância do investimento no esporte feminino
(Divulgação)

Força digital

A estratégia de investimento no esporte feminino da MRV para o projeto #ElasTransformam foi além da simples exposição do nome da marca e explorou algo que, hoje, tem um poder enorme: a força das plataformas digitais e da influência das atletas.

“Em geral, as pessoas fazem a expansão da marca no uniforme, no boné, carro de corrida… E o nosso combinado com as meninas foi outro. A gente usou a força desse time de atletas no digital. O quanto elas poderiam ter potencial para aumentar a nossa mensagem, dado que tem uma causa envolvida. Então quanto mais a gente conseguisse fazer as meninas se envolverem com as mensagens chave que a MRV tem para esse projeto, para multiplicar para as audiências delas, maior seria nossa chance de reverberar isso, de tornar a marca mais conhecida”, contou Alexia.

+CONHEÇA O BLOG OTD DELAS

“Então foi inédito esse tipo de composição de contrapartida com as atletas. E o que a gente viu é que elas foram muito além do contrato. Essa causa é tão cara para elas, porque enxergam o quanto isso é transformador e o quanto isso pode inspirar outras atletas mostrando que é possível conseguir apoio, que elas vão além do combinado”.

Expansão e inspiração do projeto

Inicialmente, o #ElasTransformam apoia o seu time de 12 atletas por 24 meses. Mas a MRV tem planos de expandir não só o tempo de contrato, mas também aumentar o número de participantes da equipe, uma vez que a marca entende o sucesso da campanha e ressalta a importância do investimento ao esporte feminino, olímpico e paralímpico.

“O futebol conversa com a massa e a gente acha uma potência de marca, de exposição, de plataforma também nesse aspecto de transformação. Então a gente aumentou, na verdade, o nosso investimento em marketing esportivo, que é uma marca nossa ao longo desses anos todos. E temos planos de continuar. A gente ainda não definiu os critérios dessa continuidade, mas a ideia é expandir e aumentar o time de mulheres que representam o Brasil e carregam a marca da MRV”.

+ SIGA O OTD NO , YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

“A gente fala que o esporte incentiva, como ele traz esse olhar de perspectiva, de possibilidades. Então é uma mola propulsora de sonhos. Mas precisa de incentivo, porque sem, a gente não consegue ser uma grande potência. Não consegue colher esses talentos, fazer o Brasil voar mais alto em todas as modalidades, com todo o potencial que tem. E o que a gente percebe é que esse movimento nosso tem inspirado outras marcas. Então acho que é um projeto vencedor, que carrega uma bandeira importante e que vem nos dando uma visibilidade muito bacana como marca. A gente tem cada vez mais confiado que essa é uma aposta vencedora”, concluiu a diretora de marketing da MRV.

Mais em Olimpíada