Siga o OTD

Os Olímpicos

Egito avança para as quartas e França segue perfeita

Egito avança para as quartas e França segue perfeita

O Egito conseguiu passar para as quartas em casa após empate com a Eslovênia, enquanto a favorita França arrasou Portugal para se manter com 100% de aproveitamento no Mundial. Suécia também ainda não perdeu e lidera o grupo IV.

Grupo III

Já eliminadas, Suíça e Argélia se enfrentaram na abertura da rodada final e fizeram um jogo muito parelho. Até a metade do 1º tempo, tudo igual, em 6-6. Aos poucos, a Suíça foi abrindo graças ao seu principal jogador, Andy Schmid, que marcou 6 no 1º tempo. Com 5min pro fim do período, a Suíça liderava por 14-9, mas a Argélia conseguiu uma sequência de 4 gols e o 1º tempo terminou com 15-13 para os europeus. No 2º tempo, a Suíça seguiu abrindo chegando a 22-16 e acabou vitoriosa por 27-24. Schmid encerrou o Mundial com 44 gols.

Três equipes ainda brigavam pelas duas vagas para as quartas. A Noruega era uma delas e fez a sua parte, derrotando a Islândia. Com uma boa sequência de 4 gols na primeira metade do 1º tempo, os noruegueses abriram 8-5. Mas os islandeses seguiram fortes e o 1º tempo terminou empatado em 18-18. No 2º tempo, a Noruega abria lentamente, aproveitando uma partida ruim dos goleiros islandeses e chegou a 31-26 com 10min pro fim. A Islândia marcou 4 seguidos e encostou em 31-30, só que a Noruega, liderada pelo artilheiro do campeonato Sander Sagosen com 50 gols, sendo 8 nesta partida, seguiu a frente e venceu por 35-33.

Portugal x França

Apesar da vitória, a Noruega ainda precisava esperar o resultado do jogo entre França e Portugal para saber se avançaria, torcendo por uma derrota lusitana. Os portugueses buscavam uma inédita vaga nas 4as, mas perderam feio para a sempre forte e favorita França. O 1º tempo foi parelho, mas a França forçava com Timothey N’Guessan e Dika Mem, que fizeram 5 e 4 no 1º período, e a França foi pro vestiário com vantagem de 16-12. No 2º tempo, a França foi abrindo com Hugo Descat brilhando, marcando 8 no 2º período, sendo 4 seguidos, e a vantage francesa foi pra 10 com 27-17. Nos 10min finais, não havia muito mais o que fazer e a França venceu por 32-23 rumo ao seu 5º título mundial desde 2009.

Grupo IV

No Cairo, Belarus e Macedônia do Norte fizeram o jogo dos eliminados. Principal jogador macedônio, Kiril Lazarov ficou apagado por boa parte do Mundial, mas desta vez foi o artilheiro da partida com 7 gols, ao lado do bielorrusso Uladzislau Kulesh. Mesmo assim, a vitória foi de Belarus por 30-26, que acabou em 5º no grupo.

Egito e Eslovênia fizeram a principal partida do dia no grupo, já que ambos buscavam a vaga. O 1º tempo não foi fácil pra equipe dona da casa, que viu os eslovenos abrirem 10-5 com 5min pro fim do 1º tempo, que terminou com vantagem de 12-8. Parecia que o sonho das 4as iria embora quando a Eslovênia abriu 15-10 no início do 2º tempo, mas o Egito marcou 5 seguidos em apenas 4 minutos e empatou em 15-15. Animados com o empate, os egípcios viraram e chegaram a abrir 2 gols. Com 2min pro fim, lideravam por 25-23, mas a Eslovênia empatou. Apesar disso, o empate era ótimo para os egípcios, que avançaram e eliminaram os eslovenos.

Para encerrar o grupo, a já classificada Suécia pegou a equipe da Rússia e venceu bem, fora o baile. Hampus Wanne foi implacável no início do 1º tempo marcando 5 em 13 minutos e a Suécia chegou na metade do período com vantagem de 9-3. O domínio sueco seguiu e o placar ia abrindo mais até o fim do período, que acabou em 17-8. A Rússia tentou uma reação no início do 2º tempo com 3 seguidos, mas aí era a vez do sueco Lucas Pellas brilhar e, no meio do 2º tempo, os suecos já tinham 25-13. O domínio seguiu pelo pelo resto da partida até a vitória por 34-20. Difícil jogar contra um time que estava focado e que acertou incríveis 87% de ataque. Os goleiros russos fizeram apenas 2 defesas no jogo contra 15 do lado sueco.

Copa Presidente – Grupo II

O Chile venceu Marrocos por 28-17 e se classificou para a disputa do 27º lugar. Destaque para Erwin Feuchtmann que, com mais 6, está entre os maiores artilheiros do Mundial, com 43 gols. Na outra partida, a Áustria derrotou a Coreia do Sul por 36-29 para ficar em 1º no grupo e brigar pelo 25º lugar.

Mais em Os Olímpicos