Siga o OTD

Olimpíada

Triatlo e vôlei de praia preparados para a estreia em Rosário

Modalidades terão as primeiras disputas nesta quinta-feira, mesmo dia da Cerimônia de Abertura e que os atletas do esqui aquático e da maratona aquática chegam à Argentina

Miriam Jeske/COB

Triatlo e vôlei de praia preparados para a estreia em Rosário

O Time Brasil estreia nesta quinta-feira (14) nos Jogos Sul-Americanos de Praia Rosário 2019. Triatlo e vôlei de praia serão as primeiras modalidades em ação no primeiro dia da competição multiesportiva. E já serão definidas as primeiras medalhas, justamente no esporte que combina natação, corrida e ciclismo, com os campeões do sprint e por equipes. O Brasil será representado por quatro jovens atletas: Gabrielle Lemes, Giovanna Lacerda, Pedro Henrique Boff e Luiz Gabriel Shianti.

“A lista inicial está muito forte, tem até atletas olímpicos disputando a prova. A minha expectativa é ficar entre os primeiros, sempre procurando o pódio. Ficar entre os melhores já vai ser uma grande vitória para mim”, disse Shianti, de apenas 19 anos, que participa pela primeira vez de uma competição desse porte. “Estou gostando muito de participar dos Jogos. O Time Brasil está de parabéns, oferecendo muita coisa para gente aproveitar. É um privilégio muito grande ter essa estrutura e faz toda a diferença”, elogiou a triatleta.

Shianti começou a praticar triatlo incentivado por dois grandes nomes da modalidade: Manoel Messias e Kauê Willy. “O Sesi levou os dois para darem palestras nas escolas de São Carlos, para incentivarem novos alunos e atletas. Eu fiquei bem encantado. Tinha um colega de classe que fazia e me convidou para praticar. Na primeira vez, fui lá, nadei e corri, fiquei em último, mas gostei muito. Depois fui convocado para o Mundial Escolar, minha primeira prova internacional. Fui campeão e aí peguei amor de vez, mudou minha vida. É isso que eu quero, é isso que eu vou ser”, completou.

As mulheres do triatlo largam às 8h30 da manhã e os homens, às 10h15. A prova de sprint são 750m de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida. Os atletas descansam na sexta (15) e, no sábado, é vez do revezamento misto. Todos os medalhistas serão premiados no último dia de disputas da modalidade no balneário de La Florida.

No mesmo local, mas em arenas diferentes, serão disputados os jogos do vôlei de praia. O Brasil será representado por duas duplas: Renato Andrew/Adrielson e Ana Patrícia/Rebecca. Nesta quinta, a dupla feminina jogará com a segunda dupla do Paraguai, por volta das 9hs, e com a boliviana, três horas mais tarde. Já os homens estreiam contra a segunda dupla do Uruguai, às 10h30, e três horas mais tarde, enfrentam a equipe da Bolívia.

“Fico muito feliz de poder representar o Brasil nessa competição, um torneio enorme, envolve várias modalidades, vários países da América do Sul. Estou muito contente em ter mais essa experiência, acrescentar mais esse degrau como atleta profissional. E as expectativas são as melhores possíveis. Adrielson e eu nos conhecemos, temos entrosamento, fomos campeões mundiais de base juntos. Realizamos treinamentos aqui em Rosário, ajustamos alguns detalhes, e vamos buscar representar nosso país da melhor maneira possível, lutar por medalha”, disse o paraibano Renato, ouro no Mundial Sub 21 em 2017.

O sistema de disputa tem quatro grupos com quatro duplas que jogam entre si. Os dois melhores times de cada chave avançam às quartas de final. Os vencedores disputam as semifinais, e em seguida ocorrem os duelos pelas medalhas de bronze e ouro.

Se para Renato, Adrielson e Ana Patrícia, esta será a primeira experiência nos Jogos Sul-Americanos de Praia, Rebecca já possui experiência – e conquistas no torneio. Em 2011, jogando ao lado de Neide, foi campeã na edição disputada no Equador. Na oportunidade, o Brasil também foi campeão no naipe masculino, com Moisés e Vitor Felipe. Em 2009, o país também levou o ouro com Lili/Elize Maia, e prata com Álvaro/Vitor Felipe. Em 2014, na Venezuela, o Brasil não levou times no vôlei de praia.

Ainda nesta quinta, os atletas do esqui aquático e da maratona aquática se juntam à delegação do Brasil que participa da Cerimônia de Abertura no Pátio Cívico Monumento Nacional. A porta-bandeira será a Ana Patrícia, do vôlei de praia, ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude Nanquim 2014. O Time Brasil será representado por 62 atletas na competição, sendo 37 homens e 25 mulheres, em nove modalidades: beach soccer, esqui aquático, handebol de praia, maratona aquática, surfe (stand-up paddle), tênis de praia, triatlo, vela e vôlei de praia.

“O Brasil tem três objetivos principais em Rosário. O primeiro é dar oportunidade para atletas jovens vivenciarem esse clima de missões e de evento multiesportivo, porque são atletas que tem potencial de integrar a delegação brasileira em futuros Jogos Pan-Americanos e Olímpicos”, explicou Mariana Vieira de Mello, chefe da missão 100% feminina do Time Brasil em Rosário.

“O segundo é ter atletas de esportes de praia com chances de classificação para o Mundial de Praia em San Diego, para que possam vivenciar o clima de uma missão do Time Brasil. Além disso, a gente está levando alguns esportes não olímpicos, mas que tiveram excelentes resultados em Mundiais no ano passado, como é o exemplo do Handebol de Praia, que foi campeão. Achamos relevante dar essa oportunidade para que eles continuem nessa trilha de bons resultados para o Brasil”, completou.

Além de Mariana, estarão na missão Dasha Mishchenko e Gabriela Soares, na área de operação, Glaucia Heier, no apoio técnico, Natália Mourão como responsável pela área médica, Flora Silva, na área de massoterapia, Amanda Lima, na fisioterapia, e Mônica Faria e Miriam Jeske, na comunicação.

Mais em Olimpíada