Siga o OTD

Laguna Olímpico

Duplantis bate recorde e ainda repete feito de 48 anos

Fenômeno sueco Armand Duplantis torna-se o segundo atleta da história a quebrar o próprio recorde do salto com vara em tão pouco tempo

Armand Duplantis em ação no Meeting de Glasgow, onde bateu de novo o recorde do salto com vara (Crédito: World Athletics)

Pelo visto vai virar rotina. No último sábado (15), o fenômeno sueco Armand Duplantis voltou a quebrar o recorde mundial do salto com vara. Exatos sete dias após ter cravado um salto de 6,17 m, deixando para trás a marca do francês Renaud Lavillenie que já durava seis anos, Duplantis voltou a fazer história no atletismo mundial.

O blog está no Twitter. Clique e siga para acompanhar

Durante o meeting indoor (pista fechada) de Glasgow, na Escócia, o sueco levantou a torcida ao quebrar novamente o recorde. Um salto de 6,18 m, obtido em seu quarto salto na prova e na primeira tentativa. Incrível – e ainda lhe rendeu um prêmio-bônus de US$ 30 mil (R$ 128,9 mil). Confira como foi o salto de Duplantis:

“Foi uma competição muito boa. Sentia uma energia enorme da torcida e vi que estava em condições de tentar novamente [bater o recorde]. Tentei uma vara mais dura e deu certo”, explicou Duplantis ao site da World Athletics (Federação Internacional de Atletismo).

+ Curta a página do blog no Facebook

Por outro lado, o fenômeno de apenas 20 anos também procurou baixar um pouco as expectativas a respeito de suas próximas apresentações na temporada; “É injusto pensar que vou quebrar o recorde toda vez que competir. Não penso muito nisso. Além disso, você não precisar de recordes para ganhar todos os prêmios. Vencer é sempre meu objetivo. Portanto, se tiver energia sobrando, aumentarei um pouco a altura da barra”, disso o sueco.

Feito que nem Bubka alcançou

O novo recorde de Armand Duplantis no salto com vara serviu ainda para derrubar uma marca que sobrevivia há quase 48 anos. O mais importante é que nem a outra lenda nesta prova, o ucraniano Serguei Bubka, alcançou.

Ao marcar um novo recorde com apenas uma semana de intervalo, Duplantis tornou-se o segundo atleta da história a superar sua própria marca em tão pouco tempo. O feito anterior havia sido obtido coincidentemente por outro sueco.

LEIA MAIS SOBRE DUPLANTIS:

+ Armand Duplantis entra para a história do salto com vara
+ Até onde pode chegar o fenômeno sueco Armand Duplantis?

Entre os dias 8 e 15 de abril de 1972, Kjell Isakson melhorou seu próprio recorde em três centímetros, passando de 5,51 m para 5,54 m, em duas competições realizadas nos Estados Unidos.

+ O blog também está no Instagram. Siga

Contudo, não se trata do menor intervalo de quebra de recorde no salto com vara, no entanto. Este feito é dividido por Bubka e pelo francês Thierry Vigneron em 31 de agosto de 1984, em Roma (ITA). Primeiro foi o francês que bateu o recorde (5,91 m). Depois, o então soviético (a Ucrânia era uma das 15 repúblicas soviéticas) superou o rival com um salto de 5,94 m.

Mais em Laguna Olímpico