Siga o OTD

No dia das semifinais por equipes da Copa Brasil Interclubes de judô de 2020, Pinheiros e Minas se garantiram na decisão. Neste sábado (28), o clube paulista venceu o Sesi por 4 a 0. Já o time mineiro venceu o Paineiras por 4 a 2 no segundo confronto do dia. A decisão acontece neste domingo (29), a partir das 14h e você assiste ao vivo no Olimpíada Todo Dia.

+ Brasil bate Paraguai, mantém 100% e garante vaga na AmeriCup

Pinheiros passa sem derrotas

Abrindo o dia de combates pela Copa Brasil Interclubes, Pinheiros e Sesi se enfrentaram na disputa por equipes. Na categoria acima de 70 kg feminina, Beatriz Souza não precisou nem de um minuto para vencer. Com 40s, a atleta conseguiu o golpe com imobilização e abriu 1 a 0 para o Pinheiros. 

Na sequência, na disputa acima de 90kg, Jonas Inocencio, também do Pinheiros, foi dominante na luta contra Guilherme Cabral. Com mais volume de luta, o judoca conseguiu um golpe seguido de estrangulamento e fez 2 a 0 na disputa por equipe. 

Na disputa entre judocas até 57kg feminino, o Pinheiros fez 3 a 0 no confronto. No duelo entre Ketelyn Nascimento e Catarina Silva foi equilibrada. Entretanto, Ketelyn conseguiu uma imobilização e deixou sua equipe a uma vitória da vaga na decisão. 

+ Palmeiras vence o São José e avança à semifinal do Paulista

Marcelo Contini e Michael Marcelino fizeram o duelo mais igual de toda a semifinal por equipes. O combate colocou frente a frente duas gerações diferentes de atletas e, na reta final da luta, Contini levou a melhor, conseguiu uma imobilização e classificou o Pinheiros para a decisão da Copa Brasil interclubes de Judô de 2020. 

Minas x Paineiras

Na segunda semifinal do dia, Sarah Nascimento, do Minas, e Paula Silveira, do Paineiras, se enfrentaram. Em um duelo entre uma destra contra uma canhota, Sarah conseguiu desenvolver duas entradas, que resultaram em dois waza-ari, e a judoca do time mineiro saiu com a vitória. 

O combate entre Jucelino Junior e Rafael Buzacarini, na categoria acima de 90 kg, foi marcado pela disputa da pegada no kimono adversário. Sem que nenhum dos dois judocas conseguisse desenvolver nenhuma entrada de golpe, a definição do vencedor foi para o Golden Score. Nele, Buzacarini partiu para cima logo nos primeiros segundos, marcou um waza-ari e empatou a semifinal em 1 a 1. 

No duelo feminino até 57 kg, Maria Taba não deu chances para Kamilla Silva. Buscando a luta desde os primeiros movimentos, a judoca conseguiu a imobilização e o Minas fez 2 a 1 na semifinal. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Já no combate até 73 kg masculina, entre Julio Koda, do Minas, e Eduardo Katsuhiro, a vitória veio só no Golden Score. Com os dois judocas fazendo um duelo estudado, Katsuhiro saiu com o triunfo por conta das punições de seu adversário e se empatou mais uma vez a semifinal da Copa Brasil Interclubes de judô, agora em 2 a 2.

Na disputa entre mulheres até 70 kg, Milena da Silva levou a melhor contra Maria Diniz. Segurando o ímpeto inicial adversária, a atleta do Minas entrou na luta e com dois waza-ari, que resultam em um ippon, a judoca colocou o time mineiro em vantagem na semifinal, por 3 a 2.

No último combate da semifinal da Copa Brasil Interclubes, Eduardo Bettoni, do Minas, teve pela frente José Basile, do Paineiras. Em mais um duelo igual e estudado, o judoca do time mineiro conseguiu pontuar já no minuto final do duelo e saiu com a vitória por ippon. Com isso, o Minas se garantiu na decisão da competição.

Mais em Judô