Siga o OTD

Judô

Brasil fica longe da briga pelo pódio no segundo dia em Osaka

Entre os brasileiros, os melhores desempenhos foram de Leandro Guilheiro e Maria Portela, que chegaram até as oitavas de final do Grand Slam de Osaka

Leandro Guilheiro Grand Slam de Osaka
Gabriela Sabau/IJF

Depois de Larissa Pimenta ter chegado perto do pódio e perdido a disputa pelo bronze na estreia do Grand Slam de Osaka, os quatro judocas brasileiros que representaram o Brasil no segundo dia da competição ficaram longe da briga por medalhas. Leandro Guilheiro e Maria Portela foram os que chegaram mais longe ao serem eliminados nas oitavas de final. Victor Penalber perdeu na segunda rodada e Eduardo Katsuhiro caiu na luta de estreia.

Leandro Guilheiro – 81kg

Duas vezes medalhista olímpico (bronze em 2004 e 2008) e duas vezes pódio em Mundiais (prata em 2010 e bronze em 2011), o experiente Leandro Guilheiro, de 36 anos, foi o único brasileiro a ganhar duas lutas neste sábado no Grand Slam de Osaka.

Na estreia, Guilheiro derrotou Adrian Gandia, de Porto Rico. O brasileiro conseguiu um wazari e depois controlou a luta até o cronômetro zerar para garantir a vitória.

Leandro Guilheiro x Adrian Gandia (Porto Rico)

Na segunda rodada, o adversário de Leandro Guilheiro foi Vladimir Zoloev, do Quirguistão. A luta foi bastante equilibrada e terminou a sete segundos do final, quando Zoloev recebeu sua terceira punição e o brasileiro foi declarado vencedor por ippon.

Leandro Guilheiro x Vladimir Zoloev (Quirguistão)

Nas oitavas de final, Leandro Guilheiro é que foi vítima das punições. O brasileiro levou seu terceiro shido a 1min02 do fim do tempo regulamentar e acabou derrotado por ippon pelo russo Abas Azizov.

Leandro Guilheiro x Abas Azizov (Rússia)

Victor Penalber – 81kg

Na mesma categoria de Leandro Guilheiro, até 81kg, o Brasil teve também Victor Penalber como representante. O judoca, que passou por uma cirurgia no joelho no começo do ano e passou boa parte da temporada sem competir, precisou de pouco mais de um minuto de luta para para derrubar Joshter Andrew, das Ilhas Guam, e vencer por ippon.

Victor Penalber x Joshter Andrew (Ilhas Guam)

Apesar do bom desempenho na luta de estreia, Victor Penalber não conseguiu passar da segunda rodada do Grand Slam de Osaka. O brasileiro perdeu para o holandês Frank De Wit. Foi uma luta muito equilibrada, mas, quando faltavam sete segundos para o fim do tempo regulamentar, Penalber levou seu terceiro shido, punição que fez com que o adversário fosse declarado vencedor por ippon.

Victor Penalber x Frank de Wit (Holanda)

Maria Portela – 70kg

Além de Leandro Guilheiro, Maria Portela também alcançou as oitavas de final, mas, como a categoria dela tinham menos judocas inscritas, ela precisou de apenas uma luta para atingir a mesma fase. E conseguiu com autoridade. A gaúcha de 31 anos começou perdendo por conta de um wazari obtido pela sul-coreana You Jeyoung com 1min34 de luta. Pouco menos de 1 minuto depois, Portela empatou também com um wazari. Mas 19 segundos depois, a brasileira conseguiu imobilizar a rival para chegar o ippon e avançar de fase.

Maria Portela x You Jeyoung (Coreia do Sul)

Nas oitavas de final, a adversária de Maria Portela foi a italiana Alice Bellandi. Foi uma luta equilibrada e bem truncada. As duas judocas já tinham tomado dois shidos cada e a brasileira acabou levando o terceiro ao impedir a pegada da adversária. Com isso, foi derrotada por ippon e eliminada da competição.

Maria Portela x Alice Bellandi (Itália)

Eduardo Katsuhiro – 73kg

Único brasileiro eliminado na primeira luta do Grand Slam de Osaka neste sábado foi Eduardo Katsuhiro, que perdeu na estreia para o russo Evgenii Prokopchui.

Eduardo Katsuhiro x Evgenii Prokopchui (RUS)

Mais Brasil neste domingo

Ainda sem medalhas no Grand Slam de Osaka, o Brasil encerra sua participação neste domingo com a participação de seis judocas. As maiores esperanças são Rafael Silva, bronzes nas Olimpíadas de 2012 e 2016, e Mayra Aguiar, cinco vezes medalhista em Mundiais e também duas vezes bronze em Jogos Olímpicos. Confira contra quem lutam os brasileiros na primeira rodada, que começa às 23h deste sábado:

Mayra Aguiar (78kg) x Rinoko Wada (JPN) ou Karen Leon (VEN)

Beatriz Souza (+78kg) x Jia Wen Tsai (TPE) ou Gabriella Wood (TTO)

Maria Suelen Altheman (+78kg) x Sandra Jablonskyte (LTU) ou Wakaba Tomita (JPN)

Rafael Macedo (90kg) x Sanshiro Murao (JPN) ou Avtandili Tchrikishvili (GEO)

Leonardo Gonçalves (100kg) x Varlam Liparteliani (GEO)

Rafael Silva (+100kg) x Oleksandr Gordiienko (UKR) ou Pedro Pineda (VEN)

Mais em Judô