Siga o OTD

rodolpho riskalla

Hipismo

No Catar, Rodolpho Riskalla é campeão de novo em prova de adestramento

Pelo seguno dia seguido, Rodolpho Riskalla é campeão de prova de adestramento Grau IV no Concurso Internacional CPEDI3* Shaqab, em Doha, no Catar

(Marco Antonio Teixeira/MPIX/CPB)

No Catar, Rodolpho Riskalla é campeão de novo em prova de adestramento

Na véspera, Rodolpho Riskalla abriu sua participação no Concurso Internacional CPEDI3* Shaqab, em Doha no Catar, vencendo prova de adestramento Grau IV com expressivos 76,468% de aproveitamento. Nesta sexta, em competição do mesmo nível, o brasileiro, montando Don Henrico, experiente hannoverano de 18 anos, voltou a ser campeão e com um desempenho ainda melhor: 77,114%.

Completaram o pódio os holandeses Neel Schakel, com Edison, e Tessa Baaijens-Van De Vrie, com Happy Grace, que tiveram, respectivamente, 73,415% e 72,967% de aproveitamento.

“Hoje também fomos super bem. Tive só um errinho de comunicação com meu cavalo em uma transição, mas fomos muito bem de resto. Teve um juiz o alemão Marco Orsini, que estará no juri na Paralímpiada, que deu 80%, inclusive com uma nota 10”, comemorou o cavaleiro.

Neste sábado, Rodolpho Riskalla vai tentar sua terceira vitória no Concurso Internacional CPEDI3* Shaqab na prova de estilo livre a partir das 4h da manhã no horário de Brasília.

Trajetória

Rodolpho Riskalla, hoje com 37 anos, pratica adestramento desde a infância e aderiu ao adestramento paraequestre no início de 2016 seis meses após a perda da parte inferior das duas pernas, a mão direita e dedo da mão esquerda em decorrência de uma meningite. Menos de um ano depois defendeu o país nos Jogos Paralímpicos Rio 2016 e, em 2018, foi o melhor brasileiro nos Jogos Equestres Mundiais 2018 nos EUA conquistando duas medalhas de prata no adestramento paraquestre.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

O cavaleiro reside na França há cerca de 10 anos e recém mudou para Alemanha, onde conta com três cavalos a sua disposição. Além do adestramento paraquestre, Rodolpho também compete com sucesso em provas de adestramento. Don Henrico, sua montaria na competição esse final de semana em Doha, é de propriedade da ex-amazona olímpica alemã Ann Katrin Lisenhof.

No Adestramento Paraquestre as disputas são divididas em cinco graus – I,II,III,IV e V – grau de dificuldade crescente de acordo com a avaliação / classificação funcional da deficiência do atleta. Além de Rodolpho, o cavaleiro Sergio Oliva, residente no Brasil, também está qualificado para Jogos Paralímpicos, entre 24/8 e 5/9, em Tóquio.

Mais em Hipismo