Siga o OTD

Carlito's Way 6, Rodrigo Pessoa

Hipismo

Rodrigo Pessoa zera percurso duas vezes e fica em quinto nos EUA

Campeão olímpico Rodrigo Pessoa foi o brasileiro com melhor resultado nos concursos internacionais de salto realizados pelo mundo nesta sexta-feira

Com Carlito's Way 6, Rodrigo Pessoa ficou em quinto lugar em prova três estrelas nos Estados Unidos (divulgação)

Rodrigo Pessoa zera percurso duas vezes e fica em quinto nos EUA

Montando Carlito’s Way 6, Rodrigo Pessoa foi o brasileiro com melhor resultado nos concursos internacionais de salto realizados pelo mundo nesta sexta-feira. No CSI3* de Wellington, na Flórida, o campeão olímpico de 2004 zerou duas vezes o percurso e terminou na quinta posição na prova com obstáculos de 1,50 m.

Dos 79 conjuntos que participaram da competição, apenas nove conseguiram zerar o percurso na primeira rodada. Rodrigo Pessoa completou a volta em 75s72 e foi o único brasileiro a passar para o Jump-Off. Yuri Mansur (21º.), Fábio Leivas (31º.), Celso Ariani (49º), João Eduardo Ferreira de Carvalho (55º.), Camila Mazza (58º.) e Eduardo Menezes (60º.) foram eliminados.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

No jump-off, Rodrigo Pessoa foi um dos seis que conseguiram zerar novamente o percurso e a definição da classificação foi feita por tempo. Com 41s953, o brasileiro terminou em quinto lugar. O campeão foi Kent Farrington, que completou a volta em 38s292.

CSI3* Puebla

No México, Rodrigo Lambre foi o melhor brasileiro ao terminar na sétima colocação em prova de duas fases com obstáculos a 1,40 m. O cavalheiro participou da disputa com duas montarias. Com Bakogan de St. Jean, ele terminou na nona colocação após zerar o percurso na primeira volta, mas cometer uma falta no jump-off. Já com o conjunto formado com Chalawino, ele não passou da primeira fase e terminou em 18º. lugar.

Outro brasileiro a participar da prova foi Bruno Cavalheiro, montando Chicago. Ele cometeu uma falta e não conseguiu a classificação para o jump-off, terminando em 14º.

CSI2* Opglabbeek

Na Bélgica, o melhor resultado do dia foi o sétimo lugar de Marlon Zanotelli em prova duas estrelas com obstáculos até 1,45 m. Entre 61 competidores, ele se classificou para o jump-off entre os 13 que zeraram a primeira volta.

Na decisão, no entanto, apenas quatro voltaram a não cometer nenhum erro. Com uma falta cometida, Zanotelli, que montou Charlie Harper, não conseguiu chegar no pódio. A vitória foi do alemão Maurice Tebbel.

Marlon Zanotelli competiu também numa prova especial de duas fases com obstáculos a 1,30 m com dois cavalos. Ele terminou na 14ª. colocação com Corsica de Greenbay e em 27º. com Danna RJ.

+Torneio de Verão se adapta às normas contra o Covid e será durante a semana

Também pelo CSI2* de Opglabbeek, Alexandre Gadelha ficou em sétimo lugar na prova contra o relógio com obstáculos a 1,30 m. O brasileiro zerou o percurso e terminou a volta em 70s46. O vencedor foi o belga Jens Vanderberk com 56s85.

Alexandre Gadelha entrou em ação na prova de uma estrela de 1,25 m, mas não teve bom resultado. Ele ficou em 39º. com Jubalu e em 83º. com Otessa Vd Brouwershoeve. Marlon Zanotelli também esteve nesta prova e ficou em 44º. com Chadora Lady e 45º. com Sin Cindy. Pedro Paulo de Matos Júnior completou a participação brasileira com o 59º. lugar.

Na competição para cavalos novos entre cinco e seis anos de idade, Pedro Paulo de Matos Júnior foi o único representante do país e terminou em 13º. lugar.

CSI2* Valencia

Na Espanha, Pedro Veniss teve participação discreta ao ficar em 31º. na prova duas estrelas com obstáculos a 1,45 m e, com dois cavalos, ficou em 16º. e 17º. na competição de uma estrela a 1,20 m.

Mais em Hipismo