Siga o OTD

Chana Masson CSKA Moscou Rússia Champions League handebol feminino

Handebol

Chana fecha o gol em vitória sobre Babi na Champions League feminina

CSKA venceu o Buducnost com quinze defesas da goleira brasileira e retoma a liderança do Grupo B, superando o Gyori, da também brasileira Duda Amorim; confira o dia dos brasileiro pela Europa

(Reprodução/EHF.eurohandball.com/arquivo)

Chana fecha o gol em vitória sobre Babi na Champions League feminina

Em dia inspirado de Chana Masson, o CSKA Moscou venceu por 27 a 23 o montenegrino Buducnost, da também goleira brasileira Babi Arenhart, em duelo válido pelo Grupo B da Champions League de handebol feminino. Com a vitória, conquistada em casa, o time russo retomou a liderança da chave. Além das duas, mais brasileiros foram para a quadra neste domingo (7).

Chana, de 42 anos, fez nada menos do que 15 defesas em 34 chutes feitos contra a meta do CSKA, aproveitamento de 44,12%. Praticamente só ela defendeu o gol russo na partida. Polina Kaplina foi a outra arqueira a jogar, tomando quatro gols em quatro arremessos. Pra se ter uma ideia da partida da Chana Masson, do outro lado da quadra, Babi e Armelle Attingré, as duas goleiras que jogaram pelo Buducnost, somaram 13 defesas em 40 arremessos. Aproveitamento de aproximadamente 32%.

Com a vitória, a sexta seguida, o CSKA voltou à liderança do Grupo B com 23 pontos em 13 jogos, superando o Gyori, da estrela brasileira Duda Amorim, que tem 22 no mesmo número de partidas. Os dois times são, hoje, os de melhor campanha em toda a competição, já que o líder do Grupo A, o francês Metz Handball, soma 16 pontos em 12 partidas. Vale dizer, porém, que há outras equipes com bem menos jogos disputados até aqui.

Jéssica fora

No outro jogo deste domingo envolvendo time de brasileiras na Champions League de handebol feminino, o dinamarquês Odense, de Jéssica Quintino, perdeu para o romeno Ramnicu Valcea por 26 a 25. Ela, porém, não jogou. O Odense é o quarto colocado do Grupo B com 13 pontos em 13 duelos.

Esta fase de grupos da Champions League de handebol feminino tem 16 times divididos em dois grupos de oito, sendo que os dois melhores de cada passam direto para as quartas de final. Os dois terceiros, quartos, quintos e sextos colocados disputam um playoff eliminatório para definir mais quatro classificados.

Bruna de Paula

Na Liga Europeia, o destaque brasileiro do dia foi Bruna de Paula, que marcou cinco gols em dez chutes na vitória do francês Nantes Atlantique sobre o polonês Perla Lublin, de Jaqueline Anastácio. Jaqueline marcou dois gols em dois arremessos tentados. Foi a terceira vitória francesa em quatro jogos, campanha que dá a liderança do Grupo B na classificação com seis pontos. O Lublin perdeu a segunda e tem três pontos.

Quem também marcou dois gols em dois chutes e perdeu na rodada foi a Tamires. O time dela, o romeno Dunarea Braila, caiu por 31 a 24 para o húngaro Siófok. Os dois ocupam a primeira e segunda colocações do Grupo D, o Siófok líder com sete pontos e o Braila vice com três. Ambos já jogaram quatro vezes contra apenas duas dos outros dois rivais da chave.

A fase de grupos da Liga Europeia feminina tem quatro grupos de quatro times, sendo que os dois melhores de cada avançam para as quartas de final.

Masculino

No único jogo do dia com brasileiros no masculino, derrota fora de casa do eslovaco Tatran Presov, de Marcos Vinicios Colodeti, Guilherme Linhares, Pedro Pacheco, sobre o Sporting, em Portugal, pela Liga Europeia. Só o Pedro foi às redes, quatro vezes. Foi a quarta derrota em quatro jogos do time, o sexto e último colocado do Grupo B.

+ SIGA O OTD YOUTUBE, TWITTER, INSTAGRAM E FACEBOOK

No masculino, são 24 times divididos em quatro grupos de seis, com 16 passando para as oitavas de final da Liga Europeia de handebol masculino.

Mais em Handebol