Siga o OTD

Babi Arenhart - seleção brasileira de handebol - Olimpíada de Tóquio 2020

Handebol

Babi se despede do Váci NKSE com encerramento da temporada

Com o cancelamento das competições húngaras de handebol, a goleira Babi precisou antecipar sua despedida do Váci NKSE

Babi está no handebol europeu há 13 anos (Foto: Divulgação/COB)

Babi se despede do Váci NKSE com encerramento da temporada

Com o encerramento antecipado do campeonato húngaro de handebol, a goleira Bárbara Arenhart, conhecida como Babi, se despediu do Váci NKSE. A arqueira brasileira defenderá o ZRC Buducnost, de Montenegro, a partir da próxima temporada.

Babi vestiu as cores do Váci NKSE por quatro anos, mas optou por trocar de equipe para realizar o sonho de vencer Champions League, conforme já havia dito em entrevista ao Olimpíada Todo Dia. Neste sábado (11), a goleira deixou uma mensagem nas redes sociais encerrando o ciclo no clube húngaro.

“Alguns dias atrás soubemos da notícia de que a temporada acabou oficialmente e imediatamente tive uma grande mistura de sentimentos. Foram quatro anos em um clube que me recebeu de braços e coração abertos. Quatro anos que eu me sinto em casa, cercada de pessoas maravilhosas, atletas destemidas, os melhores fãs de todos os tempos e o melhor de tudo, amigos para uma vida toda. Não consigo encontrar as palavras certas neste momento, e eu gostaria muito de poder dar um abraço de despedida em cada uma dessas pessoas que me deram tanto”, escreveu no Instagram.

Encerramento precoce

Em decorrência da pandemia do coronavírus, o Conselho da Federação Húngara de Handebol decidiu cancelar todas as competições nacionais em andamento. Com população inferior a 10 milhões, a Hungria já tem mais de 1.200 casos confirmados da doença.

“Eu sabia que a hora de ir embora chegaria cedo ou tarde, mas quando essa hora chega em circunstâncias como estas é ainda mais difícil. Então, a todos aqueles que cruzaram meu caminho e fizeram meu tempo aqui leve, muito feliz e cheio de amor, muito obrigada. Eu espero que a vida volte a nos unir algum dia e que eu possa dar um longo abraço e olhar nos olhos de cada um de vocês mais uma vez”, finalizou Babi.

https://www.instagram.com/p/B-1vcw6JdfB/

Trajetória

Aos 33 anos, Babi está no handebol europeu desde 2007, quando deixou a Metodista/São Bernardo. De lá para cá, defendeu BM Sagunto, da Espanha, Byasen HE, da Noruega, Hypo Niederosterreich, da Áustria, HCM Baia Mare, da Romênia, Nykobing Falster, da Dinamarca, Váci NKSE, da Hungria, e agora ZRC Buducnost, de Montenegro.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Nos quatro anos de Váci NKSE, Babi não conquistou títulos. O auge da gaúcha no handebol europeu foi entre 2012 e 2013, quando se sagrou bicampeã da Copa e do Campeonato austríaco. No Mundial de 2013, inclusive, ela foi eleita a melhor goleira.

Mais em Handebol