Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Halterofilismo: atletas dos centros de referência dominam nacional

Das 10 categorias realizadas, sete foram vencidas por halterofilistas relacionados ao projeto do Comitê Paralímpico Brasileiro, sendo que dois não fazem mais parte

Ezequiel Correa halterofilismo centros de referência Centro de Treinamento Paralímpico Comitê Paralímpico Brasileiro CPB Segunda Fase Nacional do Circuito de halterofilismo
Ezequiel Correa venceu a categoria até 72kg com direito a recorde (Alexandre Carvalho/CPB)

Atletas que tiveram origem nos centros de referência do Comitê Paralímpico Brasileiro venceram a maioria das categorias no primeiro dia da Segunda Fase Nacional do circuito de halterofilismo. O sábado (2) foi das disputas masculinas e no domingo (3) será a vez das mulheres. O campeonato está sendo realizado no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

Das 10 categorias realizadas, sete foram vencidas por halterofilistas relacionados ao projeto do CPB, sendo que dois não fazem mais parte. Ezequiel Correa venceu na categoria até 72 kg erguendo 184 quilos, novo recorde brasileiro. José Arimateia Lima (97 kg) também quebrou marca nacional com 197 kg e Ailton de Souza (80kg) ficou com o primeiro lugar ao levatnar 180 kg. Jonasson Lacerda (+107kg) levou com 200 kg e Bruno Carra (59kg) ganhou com 163 kg. João França foi campeão na categoria até 54 kg ao levantar 158 kg e Mateus Silva ganhou na até 107 kg com 211 kg erguidos.

Os dois que passaram pelo centro de referência e venceram foram Lucas Manoel dos Santos (49kg) com 135 kg defendendo a Associação de Deficientes Físicos do Amazonas (Adefa) e Evânio Rodrigues (88kg) com 202 kg pelo Clube Condição Futuro (CCF).

+ Brasil faz sete pódios no primeiro dia do GP São Paulo de judô

Iniciação e alto rendimento

O projeto dos centros de referência tem como objetivo levar a iniciação esportiva e o alto rendimento às cidades brasileiras para fortalecer o desenvolvimento do esporte paralímpico. “Os centros de referência dão toda a base para a nossa modalidade. Os grandes atletas do país vêm do nosso projeto. Hoje, são o nosso sustento em relação à performance, treinamento e até mesmo do crescimento do nosso esporte no Brasil”, disse Valdecir Lopes, técnico-chefe da seleção brasileira de halterofilismo.

+SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

João França acrescentou que o projeto proporciona treinamento de qualidade, com excelentes equipamentos. “Não é à toa que em Natal tem surgido bons halterofilistas nos últimos anos”, disse Mateus Silva, do Praia/CDDU/Uberlândia, que frequenta o Centro de Referência do CPB naquela cidade, acrescenta que o projeto tem dado visibilidade. “Cada vez mais, novos atletas se aproximam da gente para conhecer a modalidade e participar de um treino experimental ou até mesmo continuar na carreira. É muito importante para que novos talentos apareçam no halterofilismo.”

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Paralimpíada Todo Dia