Siga o OTD

Golfe

Adilson da Silva inicia torneio em Pretoria na 23ª posição

Em mais uma etapa do Sunshine Tour, brasileiro faz cinco bogeys, quatro birdies e termina a primeira volta com +1

Adilson da Silva, consegue se recuperar dos erros em Pretoria, África do Sul (Facebook/adilsongolfebrasil/arquivo)

Adilson da Silva inicia torneio em Pretoria na 23ª posição

O terceiro torneio da Sunshine Tour não começou muito bem para Adilson da Silva nesta quarta-feira (2). Em Pretoria, na África do Sul, o golfista brasileiro oscilou demais, foi mal nos primeiros nove buracos, terminou com +1 e na 23ª posição junto com mais oito competidores.

Na atual temporada do Sunshine Tour, encurtada pela pandemia do coronavírus, Adilson da Silva vem de dois ótimos resultados. Ele foi o segundo colocado em Glendower e sexto no Killarney.

Após este torneio em Pretoria, que segue até sexta-feira (4), o golfista brasileiro irá competir em mais duas etapas antes do fechamento da temporada de inverno do Sunshine Tour. Por hora, após dois bons resultados, Adilson da Silva está em terceiro lugar na temporada.

Primeiros nove

Poucas coisas são tão ruins do que começar com um bogey em um par quatro. Mas foi assim com Adilson da Silva em Pretoria. O brasileiro iniciou sua volta pelo buraco 10 e, de cara, já saiu com +1.

Menos mal que no 12, um par cinco, ele conseguiu um birdie e voltou a ficar no par do campo. Mas o momento durou pouquíssimo. Logo no buraco 13 mais um bogey.

No 16, um par três, outro bogey e a pontuação de Adilson da Silva foi para +2. Ainda bem que o buraco 18 é um par cinco e ele conseguiu um birdie para fechar os primeiros nove buracos em Pretoria com +1.

adilson da silva áfrica do sul sunshine tour
Melhor golfista brasileiro, Adilson da Silva ainda briga pela vaga olímpica (Facebook/Adilsongolfebrasil/arquivo)

Segunda parte

Afetado pelo meu desempenho na primeira parte da volta, Adilson começou os nove buracos finais mais consistente. Foram quatro pares seguidos. Só que um bogey no buraco cinco, de par três, voltou a castigar.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Com +2 na pontuação, o brasileiro se viu obrigado a arriscar mais no quatro buracos finais. Felizmente, o buraco nove é um par cinco e Adilson conseguiu tirar uma tacada para fechar a primeira volta com +1 após 18 buracos.

Dia ruim pra geral

Para sorte dele, o campo foi cruel com a maioria dos participantes e muita gente fez uma pontuação horrível na abertura do torneio de Pretoria. Cerca de 60 golfistas, mais da metade dos inscritos, ficou acima quatro tacadas do campo.

A liderança após uma volta está dividida entre dois sul-africanos, George Coetzee e Hennie O’Kennedy, ambos com -5.

Mais em Golfe