Siga o OTD

Ginástica Rítmica

Conjunto vai à final dos 5 arcos em Portimão com a 2ª maior nota

Seleção levanta público ao som de Whitney Houston e vai à final dos cinco arcos da etapa de Portimão com a segunda maior nota do dia

Conjunto brasileiro em ação na disputa dos cinco arcos da Copa do Mundo de ginástica rítmica
Conjunto brasileiro cinco arcos (Marina Ziehe-COB)

Começou a etapa da Copa do Mundo de Ginástica Rítmica em Portimão, em Portugal. A competição teve início nesta sexta-feira (10) e segue até o próximo domingo (12). No primeiro dia de apresentações, a seleção brasileira de conjunto conseguiu se garantir na final dos cinco arcos com a segunda maior nota do dia. Geovanna Santos e Bárbara Domingos também se apresentaram, com Babi avançando à decisão da bola.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Em aquecimento para os Jogos Olímpicos, o time formado por Duda Arakaki, Deborah Medrado, Marianna Pinto, Nicole Pírcio, Sofia Madeira e Victoria Borges deram mostras do que pode vir em Paris. Ao som de “I Wanna Dance With Somebody”, da Whitney Houston, as brasileiras fizeram uma apresentação sem erros e conseguiram a nota 35,950. 

Com isso, terminaram na segunda posição dos cinco arcos, atrás somente do conjunto da Espanha que somou 36,700. O resultado garantiu a equipe brasileira na final da prova, que está marcada para domingo. Antes disso, as brasileiras entram em ação novamente para as classificatórias da série mista neste sábado (11).

Individual

Além do conjunto brasileiro, Geovanna Santos e Bárbara Domingos também competiram na Etapa da Copa do Mundo de Ginástica Rítmica em Portimão. Ambas as brasileiras disputaram as classificatórias do arco e da bola nesta sexta-feira. 

Classificada para Paris-2024, Babi fez uma série sem penalizações na bola e garantiu vaga na final do aparelho somando 31,850 na 7ª posição. Jojo também se apresentou, mas acabou ficando fora da decisão ao fazer 31,150 e fechar em 10º lugar. No arco, as duas não avançaram. Bárbara foi 10ª colocada com 31,500 e Geovanna acabou na 18ª colocação com 29,500. Elas retornam neste sábado para as classificatórias das maças e fitas.

 

Jornalista recifense formado na Faculdade Boa Viagem, apaixonado por futebol, atletismo, basquete e outros esportes.

Mais em Ginástica Rítmica