Siga o OTD

Ginástica Artística

Rebeca Andrade é ouro no salto no Mundial de Kitakyushu

Brasileira faz história, brilha no Japão mais uma vez e conquista ouro no salto

Time Brasil

Radiante e espetacular. A perfeição é algo raro, mas hoje, do outro lado do mundo, Rebeca Andrade conseguiu atingir ela e realizar mais um feito inédito neste sábado (23). Duas piruetas e uma chegada carpada levaram a campeã olímpica, novamente, ao lugar mais alto do pódio na prova de salto no Mundial de Kitakyushu, no Japão.

Com dois saltos impecáveis, Rebeca Andrade conseguiu melhorar o resultado da classificatória e obteve 14.966 de nota. Completando o pódio, a italiana Asia D’Mato ficou com a prata com uma nota 14.083 e a russa Angelina Melnikova fez 13.966, faturando o bronze.

+Rebeca Andrade é prata e conquista 1ª medalha da ginástica feminina do Brasil

O caminho do ouro

Na prova, a brasileira repetiu os saltos que fez durante a fase classificatória e conseguiu melhorar a nota. Executando um Cheng no primeiro salto, ela obteve 15.133 de nota. Já em seu segundo salto, Rebeca fez um Yurchenko com dupla e teve um 14.800. A média final ficou em 14.966.

Primeira brasileira medalhista olímpica na ginástica, primeira campeã olímpica da modalidade, melhor campanha de um brasileiro em todas as edições das Olimpíadas e agora, a ginasta de 22 anos escreve mais um capítulo na história do esporte brasileiro se tornando campeã mundial no mesmo ano.

A italiana Asia D’Mato, Rebeca Andrade e a russa Angelina Melnikova no pódio em Kitakyushu, Japão.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Ela ainda pode garantir mais uma medalha no Mundial de Kitakyushu nas barras assimétricas e na trave, algo que nenhum ginasta do Brasil já conseguiu em uma única edição da competição. A brasileira decidiu não competir no solo e, por conta desta decisão, também não pode competir no individual geral em Kitakyushu. 

Mais em Ginástica Artística