Siga o OTD

Futebol

Campeões olímpicos se comovem com tragédia com avião da Chapecoense

O acidente com o avião da Chapecoense, que estava chegando à Medellín, na Colômbia, para disputar a final da Copa Sul-Americana comoveu toda a comunidade esportiva. Diversos campeões olímpicos brasileiros fizeram questão de prestar solidariedade pelo ocorrido em suas redes sociais, usando a #forçachape.

“Impossível acreditar nessa tragédia, impossível acreditar no ocorrido, impossível acreditar que o avião caiu, impossível acreditar que atletas, seres humanos estavam nesse avião, impossível acreditar que essas pessoas deixaram suas famílias… é IMPOSSÍVEL ACREDITAR!!! Hoje o Mundo chora, mas o céu se alegra em receber campeões. Meus sentimentos a todos os familiares e amigos. Força Chape”, publicou um incrédulo Neymar assim que soube do que havia acontecido com o avião da Chapecoense. Companheiro do camisa 11 do Barcelona na conquista da medalha de ouro olímpica, Gabriel Jesus mostrou preocupação com as famílias. “Que Deus conforte o coração de todos os familiares”, disse o atacante, que enfrentou a Chape no último domingo jogando pelo Palmeiras.

Medalha de ouro no salto com vara na Rio 2016, Thiago Braz também não parecia acreditar no que aconteceu com o avião da Chapecoense. “Absolutamente chocado com as notícias do acidente com a equipe da Chapecoense. Deixo aqui minha solidariedade ao time e aos familiares das vítimas”.

Maurren Maggi, medalha de ouro no salto em distância em Pequim 2008, ainda tinha esperanças de que mais pessoas fossem encontradas vivas quando publicou sua mensagem no instagram. “Que Deus ilumine a grande fase da Chapecoense e que seja apenas um susto… Vamos orar pelos nossos atletas e para as pessoas que estavam no avião, queridos amigos e jornalistas”.

Já a bicampeã olímpica de vôlei, Thaísa, se mostrou preocupada com o fato das mortes terem ocorrido em um acidente de avião, já que viagens desse tipo fazem parte do dia-a-dia dos atletas de todos os esportes. “”Hoje o mundo é Chapecoense, que Deus conforte os familiares das vítimas! Mesmo daqui da Turquia, estou orando por todos. Nós atletas profissionais passamos nossas vidas viajando pela nossa profissão e quando acontece algo desse tipo com companheiros do esporte fica um vazio no peito”.

Serginho, bicampeão olímpico de vôlei masculino, publicou uma foto com o escudo da Chapecoense apenas com os dizeres “Meu Deus!”. Mais tarde, colocou uma foto em que aparecia brincando com uma câmera de televisão ao lado de Ari Júnior, repórter cinematográfico da TV Globo, morto no acidente. “Eu tive a honra de conhecer esse cara! Peço a Deus que conforte todos da sua família e de todos que estavam nesse voo! Obrigado Ari!”.

Campeã olímpica no judô em 2012, Sarah Menezes também lembrou do profissional. “Nesse momento de profunda tristeza para o esporte brasileiro, nosso sentimento deve ser de oração pelas vítimas e familiares dos envolvidos no acidente da equipe da Chapecoense. Meus sentimentos às famílias dos atletas, dirigentes, tripulantes e jornalistas que nos deixaram hoje, em especial à família do jornalista Ari Jr., cinegrafista que me acompanhou este ano, pouco antes dos jogos olímpicos”

Outra judoca medalha de ouro, Rafaela Silva, campeã em 2016, publicou uma foto da gola da camisa da do clube catarinense com os dizeres: “Somos mais que onze, somos Chapecoense”. A dupla medalha de ouro no vôlei de praia Alison e Bruno Schmidt também fez menção ao acidente com o avião da Chapecoense em sua página oficial. “Tragédia… Nossos pensamentos estão com as famílias das vítimas… triste demais”

Dono de cinco medalhas olímpicas, duas delas de ouro, o velejador Robert Scheidt também se pronunciou, lembrando da perde de 21 profissionais de imprensa, que também estavam no voo. “Meus sentimentos a todos pelas perdas de hoje. Dia muito triste para o esporte brasileiro e mundial. Além da perda de grandes jornalistas”.

As homenagens não vieram só do território brasileiro. Usain Bolt mandou um #forçachape em suas redes sociais. Já Zinedine Zidane, técnico do Real Madrid, fez questão de citar a tragédia com o avião da Chapecoense antes de começar a entrevista coletiva desta terça-feira. “Antes de começar essa coletiva de imprensa, quero enviar meu apoio e em nome de todos no clube aos familiares e amigos dos falecidos no acidente na Colômbia. E também, claro, ao clube Chapecoense e todos os seus torcedores. Sentimos muitíssimo pelo ocorrido”.

O acidente com o avião da Chapecoense matou ao todo 71 pessoas e apenas seis foram encontradas com vida. O zagueiro Neto, o lateral Alan Ruschel e o goleiro Follmann estão entre os sobreviventes, sendo que Follmann teve uma perna amputada. Os outros três que escaparam vivos da tragédia são o jornalista Rafael Henzel e dois integrantes da tripulação: Ximena Suárez e Erwin Tumiri.

Confira a lista dos jogadores que viajaram para a Colômbia

Jogadores
Goleiros: Danilo e Follmann;
Laterais: Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo;
Zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto;
Volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco;
Meias: Cleber Santana e Arthur Maia;
Atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.

Comissão técnica
Treinador – Caio Júnior
Auxiliar técnico – Duca
Preparador Físico – Anderson Paixão
Preparador de Goleiros – Boião
Fisiologista – Cezinha
Médico – Dr. Marcio
Fisioterapeuta – Rafael Gobbato
Analista de Desempenho – Pipe Grohs

Veja abaixo a lista com os profissionais de imprensa que estavam no voo:
Victorino Chermont (FOX)
Lilacio Pereira Jr. (FOX)
Rodrigo Santana Gonçalves (FOX)
Deva Pascovicci (FOX)
Mário Sérgio (FOX)
Paulo Julio Clement (FOX)
Guilherme Marques (TV Globo)
Guilherme Van der Laars (TV Globo)
Ari de Araújo Jr. (TV Globo)
Laion Espíndola (GloboEsporte.com)
Giovane Klein Victória (RBS)
André Podiacki (RBS)
Bruno Mauri da Silva (RBS)
Djalma Araújo Neto (RBS)
Gelson Galiotto (Rádio Super Condá)
Edson Luiz Ebeliny (Rádio Super Condá)
Fernando Schardong
Douglas Dorneles (Rádio Chapecó)
Jacir Biavatti
Renan Agnolin (Rádio Oeste Capital)

 

 

 

Mais em Futebol