Siga o OTD

seleção brasileira Olimpíada

Tóquio Todo Dia

Histórico e tropeço dos favoritos ligam alerta de Douglas Luiz: “Vai ser difícil”

Brasil tem histórico negativo contra africanos e resultados negativos e Espanha e Argentina para a partida contra a Costa do Marfim

(Breno Barros/rededoesporte.gov.br)

Histórico e tropeço dos favoritos ligam alerta de Douglas Luiz: “Vai ser difícil”

Depois de vencer a Alemanha na estreia dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 por 4 a 2 com certos ares de sufoco, toda a cautela para que o mesmo enredo não se repita diante da Costa do Marfim no próximo domingo (25). Ao menos é o que pensa o meia Douglas Luiz, que esteve em campo da estreia da seleção.

+ TABELA, GRUPOS, FAVORITOS E MAIS: CONFIRA TUDO SOBRE O FUTEBOL MASCULINO EM TÓQUIO

“A gente pega os exemplos dos favoritos que tropeçaram [a Espanha empatou com o Egito e a Argentina perdeu para a Austrália] pra poder ficar mais forte e se adaptar à competição. O nosso jogo também foi um grande exemplo. Abrimos 3 a 0 e eles fizeram 3 a 2. Temos que estar focado em cada minuto pq pode nos custar muito,” avaliou o meia Douglas Luiz, que esteve em campo jogado.

Ainda mais contra um adversário africano, que historicamente complica o caminho da seleção brasileira de futebol nos Jogos Olímpicos. Duas derrotas marcaram muito. Para a Nigéria, na Olimpíada de Atlanta-1996, e para Camarões, em Sydney-2000.

Derrotas dolorosas

Em 1996, quando o Brasil ainda não havia conquistado o ouro olímpico, uma grande frustração. Com nomes de grande destaque como Dida, Roberto Carlos, Juninho, Bebeto, Rivaldo e Ronaldo, a seleção – que era a atual campeã do mundo – sofreu uma dura derrota para a Nigéria de Kanu e Okocha nas semifinais. Mais tarde, o país terminou com o bronze. 

+ SIGA OS BASTIDORES DOS JOGOS NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK DO OTD

Quatro anos mais tarde, o tombo foi maior. Em uma Olimpíada que acabou com nenhum ouro, o time comandado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo e que tinha um jovem Ronaldinho Gaúcho como grande estrela, caiu para Camarões por 2 a 1 com um gol na morte súbita na prorrogação. Vale lembrar que na Olimpíada da Austrália o Brasil já havia perdido para África do Sul na primeira fase.

“Esperamos um jogo difícil. Já define como vai se desenhar a tabela. O que acompanhamos do primeiro jogo da Costa do Marfim é que um time que disputa muito a bola e tem qualidade. Mas estamos bm e confiante que podemos vencer,”finalizou o jogador.

A partida entre Brasil e Costa do Marfim ocorre nesse domingo (25), às 5h30min do horário de Brasília, e você poderá acompanhar ao vivo no Olimpíada Todo Dia.

Douglas Luiz - futebol masculino - Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Hoje no Aston Villa, Douglas Luiz fez sua estreia na seleção principal em 2019. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Mais em Tóquio Todo Dia