Siga o OTD

Botafogo volta a vencer e deixa a zona de rebaixamento no Brasileiro Feminino

Futebol

Botafogo volta a vencer e deixa a zona de rebaixamento no Brasileiro Feminino

Gloriosas fazem 2 a 0 no Minas Brasília, jogando em casa, e dormem na décima colocação do campeonato. Time da capital federal entra no Z4

O Botafogo voltou a vencer e deixou, pelo menos por um dia, a zona de rebaixamento do Brasileiro de futebol feminino. Após um empate e uma derrota, o alvinegro fez 2 a 0 no Minas Brasília neste sábado (15), no Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro, na abertura da oitava rodada da competição. Os gols foram marcados no segundo tempo, por Juliana e Kélen. Outros quatro jogos serão realizados neste domingo (16) e mais três na segunda (17).

Com os três pontos, o Botafogo vai a oito e salta da 14ª e antepenúltima colocação para o décimo lugar. Ainda nesta rodada poderá ser ultrapassado pelo Avaí-Kinderman, que visita o Internacional; São José, que pega o Bahia também fora de casa; e Cruzeiro, que recebe o lanterna Napoli. Já o Minas permanece com seis pontos, perde uma posição e passa a ocupar o 13º lugar na tabela.

Na próxima rodada, os dois times têm pedreiras pela frente. O Botafogo visita o vice-campeão Avaí-Kindermann em Caçador, Santa Catarina, e o Minas Brasília pega o Internacional, também fora de casa, em Porto Alegre. Os dois duelos serão no sábado (22), às 15h.

+Tabela do Campeonato Brasileiro de futebol feminino 2021

Assim como na edição anterior, a primeira fase do Brasileiro feminino é em formato de pontos corridos entre os 16 clubes participantes. Ao final das 15 rodadas programadas, as oito melhores equipes avançam para as quartas de final, disputadas em jogos de ida e volta em modelo mata-mata. A última rodada (15ª) da primeira fase será realizada no dia 27 de junho (domingo). Os quatro piores da primeira fase são rebaixados.

Primeiro tempo morno

Aos dez minutos Emily chegou pela direita e meteu na área, quase pegando de surpresa a goleira Karen. A melhor chance até então foi do Botafogo, com Juliana, aos 13min. Ela recebeu na marca do pênalti, sem marcação, fez um belo giro, mas bateu sem força no canto esquerdo que Karen, que caiu para pegar.

O Minas chegava mais na bola parada, sempre com Karla. Ela tentou aos 13min, para boa defesa de Rubi e, aos 15min, a cobrança sobrou para Robinha chutar por cima. Um minuto depois, mais um arremate de fora da área de Robinha e desta vez Rubi fez a defesa. Aos 22min a camisa 10 tentou a terceira de fora, agora de falta, e Rubi ficou com ela de novo.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, TWITTER, INSTAGRAM, FACEBOOK E TIKTOK

A melhor chance do Minas foi aos 32min em um contra-ataque. Kati arrancou pelo meio e tocou para Gabi Arcanjo na entrada da área, pela esquerda. A atacante pegou muito mal na bola e mandou longe. Aos 40min Juliana teve mais uma grande chance. Ela penetrou pela meia esquerda, saiu na cara de Karen, mas colocou para fora.

Juliana e Kélen

A etapa complementar começou sem muitas emoções, com apenas um lance, do Minas Brasília, nos primeiros dez minutos. Bruna Pelé avançou pela ponta direita, tentou um cruzamento, mas a zaga carioca cortou. Minutos mais tarde, o Bota colocou fogo no confronto marcando duas vezes em três minutos. Primeiro com Juliana, pegando rebote de Karen após chute de Amanda. A seguir, Kélen recebeu um passe da direita de Brenda e bateu cruzado, no cando esquerdo de Karen. Após o susto, o Minas Brasília tentou reagir, mas sem assustar a goleira Rubi.

Mais em Futebol