Siga o OTD

COB

Em meio a críticas pesadas, COB define substitutos de Bichara

Ney Wilson e Kenji Saito serão os substitutos de Jorge Bichara na diretoria de esportes do COB e ampliam os poderes da “República do Judô” na entidade

Ney Wilson e Kenji Saito serão os substitutos de Jorge Bichara na diretoria de esportes do COB
Rômulo Simões/ COB

Em meio a críticas pesadas de atletas e ex-atletas, o Comitê Olímpico do Brasil divulgou nesta quinta-feira os substitutos de Jorge Bichara, demitido de forma polêmica na terça-feira, por causa de uma disputa política dentro da entidade. Os escolhidos, Ney Wilson e Kenji Saito, trabalharam com o presidente Paulo Wanderley entre 2001 e 2017, quando ele dirigiu a CBJ e ampliam os poderes da chamada “República do Judô”, que tem se espalhado por todos os setores do COB.

Paulo Wanderley tem enchido o COB de pessoas da sua confiança e que trabalharam com ele na CBJ. Na nova configuração anunciada nesta quinta-feira, dia 24, Ney Wilson ficará responsável pelo Alto Rendimento e Kenji Saito, por sua vez, responderá pelo Desenvolvimento.

“Tenho profundo respeito e admiração pelos dois e considero que a sinergia será importante na missão de entregar resultados no ciclo Paris-2024 melhores do que em Tóquio-2020. Ambos trabalharão em parceria com atletas e as Confederações incessantemente para garantir a execução dos projetos”, afirmou o presidente do COB, Paulo Wanderley, que ainda não deu nenhuma explicação pública pela demissão de Jorge Bichara.

Atletas e ex-atletas de ponta como Rebeca Andrade, Thiago Braz, Ygor Coelho, Poliana Okimoto, Arthur Nory, Martine Grael, Kahena Kunze, Bruno Fratus, Flávia Saraiva, Jade Barbosa, Paula Pequeno, Léo de Deus, Robson Caetano e Lorrane Oliveira usaram as redes sociais para prestar solidariedade ao antigo diretor e criticar a decisão tomada pelo COB. Além deles, Henrique Avancini e Isaquias Queiroz, em entrevistas a veículos de imprensa, também saíram em defesa de Jorge Bichara.

“Chocante! Beira ao absurdo! Jorge Bichara é uma das pessoas mais competentes com quem tive a oportunidade de trabalhar. Muita gente “entende” de esportes no Brasil. Grandes gestores são raríssimos e, para mim, ele era um dos melhores, senão o melhor”, disse Avancini ao UOL.

“O Jesus (falecido técnico da seleção brasileira de canoagem) me dava as broncas e o Bichara me acalmava, me ensinava. Em 2021, estava estressado com a rotina da seleção e foi o Bichara que me colocou de novo no caminho, no grupo. Por isso eu digo, não teria sido campeão olímpico se não fosse pelo Bichara. Espero que o presidente do COB tenha vergonha na cara e vá a público explicar o motivo da demissão. Não tem, né? Eu não posso me esconder agora. E espero que não seja punido por isso. Quando fui ouro no Japão, o presidente nem me deu um abraço. O Bichara chorou comigo”, cobrou fortemente Isaquias Queiroz em entrevista ao jornal O Globo.

Sem dar as explicações devidas sobre a saída de Jorge Bichara, o presidente Paulo Wanderley disse, via assessoria de imprensa, como vai funcionar a nova divisão da diretoria de esportes. “A divisão de Esportes entre dois diretores vai ao encontro da proposta que temos adotado nos últimos anos, de divisão dos departamentos. Foi assim com as áreas Administrativa e Financeira e, mais recentemente, com Comunicação e Marketing. Tudo isso para atender ainda melhor o esporte brasileiro”, complementou Wanderley.

Ney Wilson, de 63 anos, estava desde 2001 na CBJ, onde atuava como gestor de Alto Rendimento. Como dirigente do judô nacional, conquistou 14 medalhas em Jogos Olímpicos. Também é mestre em Educação Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. O gestor inicia seu trabalho no COB no dia 11 de abril.

Kenji Saito, de 39 anos, assume o novo posto de imediato. Ele trabalha no COB desde 2018 e ocupava a posição de gerente-executivo de Desenvolvimento Esportivo. Anteriormente, também havia trabalhado na CBJ e nos Comitês Organizadores dos Jogos Olímpicos Rio 2016 e Tóquio 2020. É mestre em Ciências do Esporte e Estudos Olímpicos pela Universidade de Tsukuba, no Japão. Ele será chefe de missão da delegação brasileira nos Jogos Sul-americanos da Juventude de Rosário, na Argentina, de 28 de abril a 8 de maio.

“Nós temos a certeza de que, com Ney e Kenji, a Diretoria de Esportes atuará de forma integrada e absolutamente focada na preparação das equipes brasileiras para as principais missões do ciclo Paris 2024 e no desenvolvimento de novos talentos. A gente só tem aumentado o repasse para as Confederações e o para os atletas, e isso jamais será alterado”, disse Rogério Sampaio, diretor-geral do COB.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Fundador e diretor de conteúdo do Olimpíada Todo Dia

Mais em COB