Siga o OTD

Ciclismo Estrada

Tota Magalhães recebe camisa azul no Giro D’Italia

Tota Magalhães chegou a liderar sozinha a segunda etapa no Giro D’Italia e vai vestir camisa de Rainha da Montanha

Tota Magalhães com a camisa azul estourando champagne no Giro D'Italia
(Foto: Divulgação/Giro D'Italia Feminino)

Que dia para Tota Magalhães! A ciclista brasileira teve um grande desempenho na segunda etapa do Giro D’Italia Feminino, realizada nesta segunda-feira (08), liderou a prova desde o começo e chegou a pedalar sozinha por mais de 20km. Foi alcançada no final e terminou em 87º lugar, mas, apesar disso, venceu o sprint de Cavriana e vai vestir a camisa azul de “Rainha da Montanha” da competição.

Tota foi, sem dúvidas, o principal destaque do dia no Giro D’Italia, uma das maiores competições do ciclismo estrada mundial. A segunda etapa da prova reuniu 110km entre Sirmione e Volta Mantovana. Atleta da Bepink – Bongioanni, a brasileira esteve no pelotão dianteiro desde o início e liderou uma fuga junto à italiana Alessia Missiaggia (Top Girls Fassa Bortolo) antes da metade da prova.

As duas ciclistas chegaram a impor mais de três minutos sobre o pelotão perseguidor. Logo em seguida, Tota Magalhães desgarrou de Missiaggia e passou a pedalar sozinha, o que ocorreu por mais de 20km. Durante esse período, a brasileira ganhou o sprint da montanha de Cavriana. Restando cinco quilômetros para o fim da prova, Tota tinha 40 segundos de vantagem sobre as demais adversárias.

A fuga lendária da brasileira de 23 anos, no entanto, não acabou em vitória. Ela foi alcançada pelo pelotão perseguidor e acabou ultrapassada ainda antes do fim. Tota terminou em 87º lugar, com o tempo de 2h42min44s, um gap de 46 segundos para o grupo de 83 atletas que cruzou a linha de chegada primeiro. A vencedora da etapa foi a italiana Chiara Consonni (UAE Team ADQ), com 2h41min58s.

Rainha da Montanha

Apesar de não ter conquistado a vitória, Tota recebeu a pontuação de montanha do dia. Ela recebeu a camisa azul de Rainha da Montanha por ter vencido o sprint de Cavriana e vai usá-la na terceira etapa da prova, nesta terça-feira (09). Ela é a primeira brasileira a vestir essa camisa desde Flávia Oliveira, que venceu a classificação geral de montanha do Giro D’Itália de 2015.

Tota havia sido 124ª colocada na primeira etapa do Giro D’Italia e, com o desempenho nesta segunda-feira, subiu para o 108º lugar na classificação geral, com um gap de 3min18s para a primeira colocada, que é a italiana Elisa Borghini (Lidl – Trek), com 3h02min35. Na classificação por pontos, Tota é a 13ª colocada, com oito pontos. A líder é a italiana Chiara Consonni (UAE Team ADQ), com 50 pontos.

O Giro D’Italia é disputado em oito etapas. A terceira ocorrerá nesta terça-feira, reunindo 113km entre Sabbioneta e Toano. A competição encerrará no domingo (14). Vale destacar que o evento também serve de preparação olímpica para Tota Magalhães, que será a representante do ciclismo estrada feminino brasileiro em Paris-2024, a começar em 26 de julho.

Paulistano de 22 anos. Jornalista formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Estou no Olimpíada Todo Dia desde 2022. Cobri os Jogos Mundiais Universitários de Chengdu e os Jogos Pan-Americanos de Santiago-2023.

Clique para comentar

Você deve estar logado para postar uma comentário Login

Deixe um Comentário

Mais em Ciclismo Estrada