Siga o OTD

Henrique Avancini no Mundial de mountain bike

Ciclismo Mountain Bike

Henrique Avancini sofre queda e fecha Mundial de MTB na 7ª colocação

Depois da prata no short track, Avancini briga até o fim e fecha Mundial no top 10. Schurter conquista o título pela nona vez

(Michele Mondini)

Henrique Avancini sofre queda e fecha Mundial de MTB na 7ª colocação

Depois da prata no short track do Campeonato Mundial de mountain bike, Henrique Avancini voltou a entrar em ação neste sábado (28) para a disputa do cross country olímpico (XCO). Em Vale di Sole, na Itália, o brasileiro largou bem, mas sofreu uma queda logo na segunda volta, perdendo um pouco de tempo. Ele ainda tentou reagir e se manteve no pelotão de perseguição aos líderes, terminando na sétima posição.

O grande campeão foi o suíço Nino Schurter, que conquistou o Mundial de mountain bike pela nona vez na carreira. Ele venceu a prova nos últimos metros do percurso, superando seu compatriota Mathias Flueckiger, que liderou quase toda a prova e fica com o vice.

+Revezamento é bronze e Gabriel Bandeira quebra o recorde mundial

Já entre os brasileiros, além de Henrique Avancini, Luiz Henrique Cocuzzi foi o segundo melhor, terminando em 44º lugar. O jovem Ulan Galinski veio logo atrás, ficando em 49º, enquanto Guilherme Muller foi o 61º colocado. Por fim, Edson Rezende terminou em 79º e Juliano Cocuzzi acabou não disputando a prova.

Vale lembrar que este é o primeiro torneio de Avancini depois dos Jogos Olímpicos de Tóquio. E além da medalha de prata na primeira disputa do short track no Mundial de mountain bike da história, na última quinta-feira, Vale di Sole é um local especial para o brasileiro, já que foi onde ele faturou o título mundial de maratona, assim como o seu primeiro pódio em Copas do Mundo.

A prova

Henrique Avancini largou muito bem, tomando a liderança da prova logo de cara. Ele esteve em primeiro por boa parte do start loop, a primeira volta, que é mais curta, sendo ultrapassado por Ondrej Cink no final dela. Na segunda volta, Nino Schuter tomou a frente e o brasileiro caiu na pista, atrapalhando outros ciclismo. Ainda assim, ele conseguiu se manter na terceira posição, perdendo um pouco de tempo.

Avancini seguia entre os primeiros colocados, mas caiu um pouco, se mantendo na sexta posição. Mathias Flueckiger e Schurter abriram bastante e lideravam a prova com uma certa sobra para o pelotão perseguidor. Eles seguiram na frente sozinhos até o fim, com Koretsky tentando chegar junto na briga. O brasileiro já estava a mais de um minuto atrás dos líderes e não conseguiria mais chegar para lutar por um pódio.

+ RECEBA NOTÍCIAS NO NOSSO CANAL NO TELEGRAM OU PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

Schurter e Flueckiger protagonizaram um grande duelo até o fim, fazendo uma prova praticamente a parte dos outros. Praticamente na última curva, o líder do ranking passou por dentro o compatriota para cruzar a linha de chegada em primeiro. No segundo pelotão, Henrique Avancini brigou até o fim e fechou em sétimo lugar.

Feminino e Sub-23

Na disputa feminina, Letícia Cândido, a única brasileira na prova, terminou em 55° lugar, uma volta atrás da vencedora, a britânica Evie Richards. A holandesa Anne Terpstra ficou com o vice-campeonato, enquanto a suíça Sina Frei, campeã do short track, completou o pódio no XCO.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Já na categoria sub-23 masculina no Mundial de mountain bike em Vale di Sole, o Brasil teve dois representantes. Gustavo Pereira terminou em 27° lugar, 5min58 atrás do vencedor, e Alex Malacarne ficou em 70° lugar, uma volta atrás do campeão.

Mais em Ciclismo Mountain Bike