Siga o OTD

Paralimpíada Todo Dia

Em casa, Fernando Rufino leva dois ouros na Copa Brasil

Fernando Rufino Copa Brasil de paracanoagem Campo Grande
Yuri Marinho - CBCa

No acolhedor lago do Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande, que teve a honra de ser a primeira cidade da região centro-oeste a receber a Copa Brasil de paracanoagem, o campeão paralímpico Fernando Rufino estava em casa. Não só por competir no Mato Grosso do Sul, seu estado natal, mas por ter na arquibancada o pai Roberto e a mãe Rosângela, que pela primeira vez assistiram ao vivo o filho competir. Os dois certamente saíram orgulhosos porque o canoísta colocou no peito duas medalhas de ouro, uma no KL2 e outra no VL2.

+ Confira os resultados gerais da Copa Brasil de Paracanoagem

“Foi muito bacana! É bom ver o meu filho campeão de novo”, fala Seu Roberto. “Ver ele ser campeão duas vezes foi muito emocionante”, diz Dona Rosângela.

+Erlon volta a treinar com Isaquias seis meses após colocar prótese

Fernando Rufino, que defende o Clube de Regatas de Aquidauana (CRA), fez o tempo de 52s540 no KL2, ficando quase dois segundos a frente de Igor Tofalini, que fez 54s260. Quem garantiu a terceira colocação foi Luiz Carlos Cardoso com o tempo de 54.680s.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

No KL2, a vitória de Fernando Rufino foi ainda mais tranquila. Ele completou a prova em 44s160, quase cinco segundos a frente de Ulian Ferreira Mendes (49s060), que ficou com a medalha de prata. Oscar Cardoso Filho completou o pódio.

“A torcida aqui foi gigante e as emoções chegaram a 100%, foi muito bom poder competir aqui em casa e ganhar duas medalhas de ouro, a organização do evento está de parabéns e eu saio com uma felicidade em dose dupla, pela vitória e por ter uma competição tão bonita aqui no meu Mato Grosso do Sul”, fala Fernando Rufino.

Na disputa do VL3 Masculino, Giovane Vieira de Paula (ICL de Londrina/PR) conquistou a medalha de ouro com o tempo de 0:51:180s no percurso de 200 metros, quem ficou em segundo lugar com a medalha de prata foi Caio Ribeiro de Carvalho do Clube Regatas do Flamengo e em terceiro André dos Santos Prates do Bra Va’a do Rio de Janeiro/RJ. “Graças a Deus deu tudo certo na canoa e garanti o primeiro lugar, agora é pensar nas competições internacionais, um grande abraço para todos que torceram por mim”, fala o atleta medalha de ouro.

Disputando o KL1 Feminino, a atleta sul-mato-grossense Katiane Andrade de Almeida ficou na quinta posição, mas para ela só o fato de competir já é uma grande vitória, esta é a segunda vez que a canoísta do Clube Estoril de Campo Grande/MS disputa uma prova de Paracanoagem, para ela competir em casa foi uma grande emoção.“Pra gente foi um prazer competir em casa, ter a torcida com a gente, foi uma disputa acirrada, fazer parte do esporte paralímpico é uma honra e vou firme para poder chegar longe”, fala. A campeã dessa categoria foi Mari Christina Santilli do CRC Curitiba/PR, em segundo ficou Aline Furtado de Oliveira em terceiro Pamela de Lima Kesler, ambas atletas do IBRES – Instituto dos Bombeiros de Responsabilidade Social de Brasília/DF.

A equipe brasiliense IBRES foi a grande campeã da Copa Brasil de Paracanoagem, eles somaram 184 pontos. Em segundo lugar ficou a equipe paranaense de Londrina/PR a ICL que garantiu 72 pontos. Já na terceira colocação outra equipe do Paraná o CRC Curitiba com 62 pontos. Ao todo 10 equipes estiveram presentes em Campo Grande no Mato Grosso do Sul para a disputa que durou dois dias.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Paralimpíada Todo Dia