Siga o OTD

Canoagem Velocidade

Isaquias Queiroz ganha três ouros com desempenho olímpico no Sul-Americano

Isaquias Queiroz ganha três ouros com desempenho olímpico no Sul-Americano

Isaquias Queiroz mostrou que voltou a sua melhor forma no Campeonato Sul-Americano de canoagem velocidade, disputado em Tigre, na Argentina. O brasileiro conquistou três medalhas de ouro na competição e teve nas duas provas olímpicas que participou um desempenho muito próximo e até melhor do apresentado nos Jogos do Rio de Janeiro. Foi a segundo torneio disputado pelo canoísta depois dos Jogos do Rio. Em setembro, ele participou do Campeonato Brasileiro.

No C1 1000m, sexta-feira, Isaquias Queiroz venceu a prova do Sul-Americano com o tempo de 3min54s74, quase quatro segundos mais rápido do que os 3min58s52 que deram a ele a medalha de prata na Olimpíada. A marca obtida pelo canoísta em Tigre daria a ele o ouro na Rio 2016, já que o alemão Sebastian Brendel foi campeão com 3min56s92.

Neste domingo, Isaquias Queiroz garantiu a medalha de ouro no C1 200m com 39s93, tempo apenas 31 centésimos mais lento do que deu a ele o bronze na Olimpíada do Rio.

Além dos outros no C1 1000m e no C1 200m, Isaquias Queiroz subiu no lugar mais alto do pódio sábado no C1 500m, prova que não faz parte do programa olímpico, mas foi a que o brasileiro venceu com mais facilidade. O canoísta completou a regata em 1min51s76, mais de seis segundos a frente do segundo colocado, o chileno Michel Alegria.

Além de Isaquias Queiroz, a dupla formada por Erlon Souza e Ronílson Oliveira se destacou no Sul-Americano com três medalhas de ouro. Os dois venceram o C2 200m, C2 500m e C2 1000m. No feminino, Valdenice Conceição Nascimento venceu o C1 200m e também o C2 200m ao lado de Raiana Silva. Para completar, o Brasil ganhou ouro também no K4 200m com Roberto Maehler, Gilmar Gomes, Edson Isaías e Vagner Souta.

Além das nove medalhas de ouro, a equipe brasileira faturou mais dez pratas e três bronzes na categoria sênior, ficando no quadro de medalhas atrás apenas da Argentina, que somou 16 ouros, uma prata e três bronzes.

Mais em Canoagem Velocidade