Siga o OTD

Copa do Mundo de paracanoagem - Fernando Rufino

Canoagem Velocidade

Brasileiros avançam para finais no 1º dia da Copa do Mundo de paracanoagem

Brasil já tem quatro vagas garantidas em Tóquio-2020 e pode garantir mais cotas nesta sexta-feira, quando disputa três finais

(Twitter/canoagembrasil)

Brasileiros avançam para finais no 1º dia da Copa do Mundo de paracanoagem

Começou nesta quinta-feira (13) a etapa de Szeged, na Hungria, da Copa do Mundo de canoagem velocidade e paracanoagem. Quatro atletas do Brasil competiram neste primeiro dia e todos avançaram para, pelo menos uma final de cada prova que disputou. São eles: Fernando Rufino, Luís Carlos Cardoso, Giovane Vieira e Mari Santilli. Vale lembrar que a competição é qualificatória para os Jogos Paralímpicos de Tóquio-2020.

O destaque do dia foi Fernando Rufino, já classificado para a Paralimpíada no Japão. No classificatório do KL2 masculino 200m, ele ficou na primeira colocação, com o tempo de 45.20, avançando diretamente para a final A, que será no sábado (15), às 11h20 (de Brasília).

+Veja mais sobre a Copa do Mundo de canoagem velocidade

Fernando Rufino repetiu o resultado, desta vez na prova VL2 masculino 200m, vencendo a disputa com tempo de 56.12. Assim, ele novamente garantiu uma vaga direta na final da prova, que será nesta sexta-feira (14), a partir das 5h10 (de Brasília).

Campeão mundial em 2019 e também já garantido em Tóquio-2020, Luís Carlos Cardoso está na Copa do Mundo de paracanoagem como forma de preparação para os Jogos. Assim, ele disputou duas provas e se classificou para uma das finais. No KL1 masculino 200m, ele ficou em 2º lugar, com tempo de 51.19 de sua bateria e avançou direto para a decisão No VL2 masculino 200, Luís Cardoso acabou ficou em 5º na classificatória e em 4º na semifinal, terminando sem vaga na final.

Disputa por Tóquio

A paracanogem brasileira já tem vaga garantida no VL2 Masculino e Feminino, VL3 Masculino e KL2 Masculino. Agora está atrás de mais três cotas: KL3 Feminino e Masculino e o KL1 Feminino. Assim, entre os atletas que buscam vaga em Tóquio-2020, todos garantiram vaga em finais e seguem na briga pela classificação paralímpica. Asseguram as vagas os quatro primeiros de cada final, que ainda não estejam classificados para os Jogos.

Giovane Vieira - Luís Cardoso - Mari Santilli
Giovani Vieira busca vaga em Tóquio-2020 (Twitter/canoagembrasil)

Giovane Vieira venceu a classificatória do VL3 masculino 200m, com 57.34, avançando direto para a final A, que será nesta sexta (14), às 5h20 (de Brasília). Nesta prova, entretanto, o Brasil não tem mais vagas disponíveis para Tóquio. E no KL3, ele ficou em 4ª na primeira prova e em 5º na semifinal, com tempo 45.90, se garantindo na final B.

E por fim, representanto as mulheres, Mari Santilli garantiu a vaga na decisão A do KL3 feminino, depois de ficar em 4º lugar na classificatória, com 57.53 e em 3º na semifinal, melhorando sua marca inicial e terminando com tempo de 55.12. A decisão será realizada no sábado (15), às 05h15 (de Brasília).

Mais Brasil

Mais duas brasileiras ainda vão estrear na Copa do Mundo de paracanoagem na Hungria. Nesta sexta-feira (14), Debora Ribeiro Benevides disputa a final do VL2 feminino, a partir das 05h15 (de Brasília). E no sábado (15), será a vez de Adriana Gomes de Azevedo competir a decisão do KL1 feminino, buscando a vaga em Tóquio-2020, às 11h15 (de Brasília).

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Além disso, vale lembrar que além de Luís Carlos Cardoso, Debora Benevides e Fernando Rufino, Caio Ribeiro também está classificado para os Jogos.

Mais em Canoagem Velocidade