Siga o OTD

Campeonato Mundial de canoagem slalom com Ana Sátila e Pepê Gonçalves

Canoagem Slalom

Remo quebra e Pepê Gonçalves perde semifinal do K1 Extremo no Mundial

Na liderança, Pepê Gonçalves fica sem uma pá do remo e perde a chance de chegar à final do Mundial

(Miriam Jeske/COB)

Remo quebra e Pepê Gonçalves perde semifinal do K1 Extremo no Mundial

Um azar enorme. Pelo Mundial de canoagem slalom, em Bratislava, capital da Eslováquia, Pepê Gonçalves liderava a prova semifinal do K1 Extremo quando um pá do seu remo quebrou, tornando impossível a descida na corredeira. Desse modo, o brasileiro ficou fora da final e o Brasil encerrou a competição sem nenhuma medalha.

Entretanto, o próprio Pepê Gonçalves fez história no Mundial de canoagem slalom. Ele terminou no 10º lugar na prova do K1 (caiaque), sendo o primeiro brasileiro a chegar à uma final masculina.

Além do 5º lugar de Pepê, o domingo (26) também teve Ana Sátila no K1 Extremo, mas ela acabou eliminada ainda na fase de quartas de final e terminou no 11º lugar. A brasileira ainda competiu no C1 (cano) e terminou no 21º lugar.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Ana Sátila, inclusive, vinha da conquista de duas medalhas em etapas de Copa do Mundo. Ela foi bronze na Espanha e prata na França na disputa do K1 Extremo, prova que foi disputada pela primeira vez em um Campeonato Mundial de da modalidade.

Por outro lado, Pepê Gonçalves, atleta do Time Dux Nutrition, não fez uma boa competição na etapa francesa, sua primeira desde os Jogos Olímpicos de Tóquio. Mas o atleta vinha empolgado e estava bem perto da final. O remo quebrado foi decisivo para tirá-lo da briga pelas primeiras colocações.

Mais em Canoagem Slalom