Siga o OTD

Boxe

Caroline Almeida perde para indiana e é bronze no Mundial

Caroline Almeida perde para indiana na semifinal e fatura o bronze no Mundial feminino

Caroline Almeida bronze Mundial de boxe feminino
Caroline de Almeida lutando no Mundial de boxe (Foto: Divulgação/IBA)

A brasileira Caroline de Almeida conquistou a medalha de bronze no Mundial de boxe feminino, disputado em Istambul, na Turquia. A confirmação do pódio veio nesta quarta-feira (18), após ela ser derrotada na semifinal da categoria até 52kg pela indiana Nikhat Zaaren, por decisão unânime. Como não há disputa de terceiro lugar no boxe, a medalha já estava garantida.

+ Marcus D’Almeida é 6º no ranqueamento da Copa do Mundo de tiro com arco

Pernambucana de 30 anos, Caroline “Naka” de Almeida teve uma campanha de três vitórias sólidas até chegar na semi. Mesmo sendo sua primeira participação em um Mundial adulto, ela passou por todas as suas adversárias com certa folga, vencendo por decisão unânime. Na luta que culminou no fim de sua participação na competição, porém, a brasileira não conseguiu se impor sobre a indiana, que vive grande fase na carreira.

Carol chegou a ser advertida no primeiro round e teve perda de pontos, algo que já deixou sua situação na luta muito complicada. Ela também perdeu o segundo round na visão dos juízes, praticamente já decretando sua derrota. A brasileira partiu para cima da adversária no último assalto em busca de um nocaute, o que não aconteceu. Mesmo tendo vencido o último round, não foi suficiente para virar a luta.

A algoz da brasileira, a indiana Nikhat Zaaren tem 25 anos e possui uma vasta experiência internacional. Ela foi medalhista de bronze no Campeonato Asiático de boxe de 2019 e conquistou o título do tradicional Torneio de Strandja, na Bulgária, batendo uma medalhista olímpica em sua campanha. Na final do Mundial, ela enfrentará a tailandesa Jutamas Jitpong, que esteve em Tóquio-2020.

Brasil segue na disputa

Vale destacar que a categoria até 52kg não é olímpica. Se quiser disputar uma vaga para ir aos Jogos Olímpicos de Paris 2024, Caroline Almeida terá que descer para a categoria até 50kg ou se manter no peso para competir na até 54kg, o que não deve ser tarefa árdua para a atleta. O período de classificação olímpica do boxe começa em janeiro de 2023.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Além de Caroline Almeida, o Brasil tem outra medalha garantida neste Mundial de boxe feminino, com Beatriz Ferreira, na categoria até 60kg. Atual campeã mundial, a baiana defende seu título. Ela entrará em ação na tarde desta quarta-feira, contra a italiana Alessia Mesiano. Com dois pódios, esta já é a melhor participação brasileira na história da competição.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Boxe