Siga o OTD

Boxe

Boxe termina o ano comemorando resultados coletivos e individuais

Além dos feitos inéditos, boxe brasileiro ainda teve Bia Ferreira e Mateus Alves, eleitos o melhor atleta de boxe e treinador individual, respectivamente.

Bia Ferreira e Mateus Alves na seleção brasileira de boxe
Fernanda Oliveira / Fokus Assessoria

A seleção brasileira de boxe está chegando ao fim da temporada 2019 comemorando os resultados da equipe olímpica. Dentre os destaques estão as campanhas nos Jogos Pan-Americanos e no Mundial da Rússia, além de dois prêmios individuais.

Em Lima, a seleção brasileira conseguiu o melhor resultado da história nos Jogos Pan-Americanos triplivando o resultado da edição anterior, em Toronto. Foram seis medalhas, sendo um ouro, três pratas e dois bronzes e o maior número de finais dos últimos 56 anos.

Do Campeonato Mundial a equipe voltou com duas medalhas pra casa, o bronze de Hebert Souza em sua primeira participação em campeonato mundial e o ouro inédito na categoria olímpica de Beatriz Ferreira, eleita ainda a melhor atleta do campeonato. Foi a primeira vez na história que uma brasileira alcançou este feito.

Além disso, pela primeira vez uma seleção brasileira de boxe ficou em primeiro lugar geral no tradicional Grand Prix da República Tcheca.

Os atletas ainda conquistaram o total de 11 medalhas de ouro nas tradicionais etapas europeias da Bulgária no “Strandja Tournament”, na Polônia no “Feliks Stam Tournamet” e “Silesian Cup” e também na Finlândia no “Tammer Tournament”.

+INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Training Camping

Sob supervisão e comando de Mateus Alves um grupo de 20 atletas em seu primeiro ciclo olímpico realizou cinco training campings. Foram três internacionais, dois em São Paulo com as equipes da Argentina e Guatemala, e outro na Colômbia, com a participação de 8 países. Os outros dois foram com atletas nacionais da categoria elite masculina e feminina.

“Fechamos o ano satisfeitos com a evolução física e técnica dessa jovem equipe de boxe permanente do Brasil”, disse o treinador Mateus Alves. “Agora já estamos treinando com foco em 2020, que será uma temporada muito importante, com os Jogos Olímpicos e vamos buscar o melhor resultado”, acrescentou.

Mateus Alves foi o eleito pelo COB o melhor técnico de esportes individuais olímpicos do país, o primeiro treinador de boxe a receber o prêmio. Bia Ferreira foi escolhida a melhor atleta de boxe pela terceira vez consecutiva, além de estar concorrendo ao prêmio de melhor atleta do Ano, que será revelado na terça-feira (10).

Mais em Boxe