Siga o OTD

Basquete

Em partida dramática, Vasco segura pressão e vence Macaé por um ponto no NBB

Em partida dramática, Vasco segura pressão e vence Macaé por um ponto no NBB

O torcedor do Vasco da Gama passou por mais um teste para cardíaco no NBB, mas respirou aliviado ao final da partida da noite desta terça-feira. Em São Januário, o Gigante do Basquete venceu uma verdadeira batalha contra o aguerrido Macaé Basquete, de maneira dramática, pelo placar de 77 a 76, e chegou à sua décima vitória na competição.

O time de São Januário esteve no controle do placar desde o início da partida, mas tomou um sufoco no final. O Macaé assumiu a ponta do placar com 38 segundos no relógio após linda trama ofensiva finalizada com bandeja de Rafa Moreira (74 a 73). Na sequência, o Vasco fez uma cesta rápida com Fiorotto (75 a 74). Com a bola nas mãos, Kendall Anthony sofreu falta de Murilo Becker e foi para a linha dos lances livres. Perfeito nas duas tentativas, o baixinho deu a vantagem ao time visitante novamente (76 a 75) com 26 segundos para acabar.

Em seu ataque, o clube de São Januário viu David Jackson chamar a responsabilidade e fazer uma linda bandeja para virar o jogo novamente no NBB, restando sete segundos para o fim (77 a 76). Os macaenses tiveram a chance de retomar a ponta e sair de São Januário com a vitória, mas Igor Avelino errou o arremesso de 3 pontos, livre da zona morta e quase no estouro, e não conseguiu dar o triunfo ao time da Capital do Petróleo.

“O jogo lá em Macaé foi muito difícil, e hoje não foi diferente. O primeiro tempo foi muito igual, mas depois eles encostaram e conseguimos segurar a última bola para vencer”, comentou Damian Palacios, do Vasco.

Junto de DJ, a equipe cruzmaltina ainda contou com aparições cruciais de Hélio, autor de dez pontos, sendo oito deles no último quarto, do ala Gaúcho, que fez 11 pontos no primeiro quarto e terminou com 14, e do pivô Bruno Fiorotto, que deixou a quadra com 11 pontos na conta.

O Macaé Basquete está se caracterizando pela raça e determinação de lutar até o último suspiro contra grandes equipes. Foi assim contra Brasília, Mogi, Pinheiros e diversos outros times. Apesar das derrotas, a equipe do técnico Léo Costa merece ser enaltecida a todo momento, pois não é nada fácil ser vice-lanterna do NBB e complicar duelos com equipes do pelotão superior da tabela.

“Hoje foi um jogo completamente diferente dos outros. Diferente dos outros, hoje soubemos jogar bem o final da partida. Levamos até o fim, tivemos a bola final para matar e não matamos. Agora não podemos abaixar a cabeça. Precisamos seguir trabalhando firme, seguir acreditando que o resultado vai vir. O time é guerreiro e nunca vai desistir. Enquanto houver chances, vamos lutar”, comentou Rafa Moreira.

O grande destaque da equipe macaense ficou por conta do baixinho norte-americano Kendall Anthony, que registrou um expressivo duplo-duplo de 17 pontos e 13 assistências. Com a marca, o armador de 24 anos se consolidou na segunda colocação do ranking de garçons do campeonato, com média de 5,5 servidas por jogo.

 Com o resultado, o Vasco chegou a dez triunfos em 18 partidas (55,5% de aproveitamento), mas não ultrapassou o Campo Mourão e permaneceu na nona colocação do NBB. Do outro lado, o Macaé Basquete também não se moveu na classificação e segue na vice-lanterna, agora com campanha de três vitórias em 18 jogos (16,6% de aproveitamento).

Agora, o Vasco da Gama fará as malas e embarcará para o Paraná, onde entrará em quadra no sábado (11/02), no Ginásio Belin Carolo, para o duelo direto pelo oitavo lugar do NBB contra o Campo Mourão, que será transmitido ao vivo pela Band, às 14 horas (de Brasília). Já os macaenses voltarão à ação no dia 14, também em Campo Mourão.

Mais em Basquete