Siga o OTD

Jovem estrela do Pinheiros brilha em vitória heroica sobre Franca

Basquete

Jovem estrela do Pinheiros brilha em vitória heroica sobre Franca

Gabriel, de 19 anos, foi o grande destaque da vitória heroica do Pinheiros sobre o Sesi Franca por 101 a 99 conseguida no estouro do cronômetro

Gabriel Campos tem 19 anos. Ele só completa 20 em abril, mas, aos poucos, mostra que deixou de ser uma promessa do basquete brasileiro para se tornar realidade. A atual temporada do NBB é a primeira dele como titular absoluto do Pinheiros e o garoto está brilhando. Prova disso foi a atuação dele na heroica vitória da noite desta quarta-feira na prorrogação por 101 a 99 sobre o experiente time do Sesi Franca.

Principal destaque do duelo, Gabriel Campos saiu de quadra com um double-double. O garoto fez 22 pontos e deu dez assistências, mas começou o jogo de maneira discreta. Acertou duas bolas de três no primeiro quarto, mas passou o segundo sem pontuar. Ainda assim, o Pinheiros foi para o intervalo vencendo por 44 a 43.

No terceiro quarto foi quando Gabriel colocou fogo no jogo. Na volta do intervalo, o Sesi Franca começou com tudo e deu a impressão que venceria com facilidade. Em menos de três minutos, tinha marcado 12 pontos contra apenas um do Pinheiros e abriu dez de vantagem: 55 a 45. A diferença se manteve estável até que o jovem armador resolveu desequilibrar.

+ TABELA DO NBB

Faltavam 2min29 para o fim do terceiro quarto e o Sesi Franca vencia por 63 a 55. Em menos de um minuto, Gabriel acertou três bolas de três seguidas e fez o Pinheiros virar para 64 a 63. No final do período, a equipe paulista vencia por 67 a 65.

Mas o melhor ainda estava por vir. No quarto quarto, quando faltavam 18 segundos para o fim da partida, o Sesi Franca vencia por 91 a 88 e Gabriel teve a chance de empatar o jogo. Depois de uma jogada bem trabalhada pelo ataque do Pinheiros, a bola sobrou livre para o armador, que, no entanto, errou o arremesso da linha dos três.

“Na hora que eu arremessei eu tava com o pensamento de acertar e fiquei frustrado quando vi que ela não caiu, mas eu falei: ainda tem jogo e essa bola já foi. Esquece essa e vamos para a próxima que ainda dá para chegar”, explicou Gabriel.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Mas a situação era complicada. Pouco depois do erro do armador, André Goes sofreu falta e teve dois lances livres a seu favor, mas só acertou um deles, fazendo a diferença subir para quatro pontos a favor do Sesi Franca: 92 a 88.

Mas o destino fez com que a bola voltasse para as mãos de Gabriel na linha dos três pontos a nove segundos do fim. Desta vez, porém, ele estava marcado de perto por Jamaal, fez o arremesso completamente desequilibrado e a bola espetacularmente caiu. De quebra, ele ainda sofreu a falta. No lance livre, o armador foi certeiro e garantiu o empate em 92 a 92, que levou a disputa para a prorrogação.

“Não importa quanto tempo falte, nem quantos pontos estivermos atrás no placar, a gente nunca vai desistir”, garante Gabriel, que teve uma atuação discreta no tempo extra, errando o único arremesso de três que tentou. Mas o armador já tinha feito a parte dele. Na prorrogação, foi o conjunto do Pinheiros que brilhou até que uma movimentação brilhante ofensiva deixou Teichmann, justamente o mais experiente do time, fazer a bandeja para dar a vitória ao Pinheiros no estouro do cronômetro por 101 a 99.

A gente teve uma luta e uma persistência. Eu acho que os dois últimos jogaram mostraram uma evolução e um amadurecimento muito grande. Gabriel mais um jogo tirou a gente do buraco com três bolas de três no terceiro quarto e ainda a bola que levou o jogo para a prorrogação”, afirmou Teichmann, se referindo à brilhante atuação de Gabriel e também ao jogo de segunda-feira, quando o Pinheiros derrotou o Bauru.

Do lado do Sesi Franca, que contou com brilhantes atuações de André Goes, cestinha do jogo com 28 pontos, e de Lucas Dias, que fez 23, restou encher a bola da molecada do Pinheiros.

“Tiveram vários detalhes e vários momentos em que a ghente perdeu a chance de fechar o jogo. Eu mesmo errei dois lances livres na reta final que podiam ter dado a vitória para nós. Mas temos que exaltar o trabalho do Pinheiros e dar os parabéns porque a molecada está jogando muito bem. Que eles aproveitem a vitória e continuem crescendo”, afirmou André Goes.

Mais em Basquete