Siga o OTD

Basquete

Com Damiris ‘sacrificada’, Lynx volta a vencer na WNBA

Jogando de ala e de pivô, Damiris Dantas fica limitada no ataque, mas cumpre bem o papel defensivo e ajuda o Lynx em mais uma vitória na WNBA

Nada melhor do que vencer um adversário de peso depois de uma derrota. O Minnesota Lynx conseguiu se recuperar na WNBA, fez 68 a 48 para cima do Washington Mystics e ocupa a terceira posição na classificação. Damiris Dantas deu sua contribuição na vitória, mesmo jogando no sacrifício como pivô.

Tem sido assim ultimamente. Damiris assume a posição de pivô sempre que Sylvia Fowles vai para o banco. Isso mostra a versatilidade e a confiança que nela é depositada. Mas seus números no ataque caem.

6-2

A franquia de Minnesota vinha de derrota na última partida. Só que a ótima partida de Sylvia Fowles, que anotou mais uma duplo-duplo (16 pontos e 13 rebotes), fez o time retomar o caminho da vitória. Agora são seis vitórias e duas derrotas.

Aliás, Fowles anotou seu duplo-duplo de número 167 na WNBA, tornando-se a recordista da liga neste quesito. Crystal Dangerfield também contribuiu com 12 pontos.

Com Fowles e Damiris no garrafão, o Lynx venceu de longe a batalha dos rebotes: 42 a 31. Há também que ressaltar que o Mystics está em baixa na liga, sente falta de suas principais armas e não está conseguindo ser um adversário competitivo.

Na média

Brigando no garrafão, Damiris Dantas até tomou um tapa no rosto e saiu com o nariz sangrando. Isso dá uma ideia de como a noite da brasileira foi cheia de trombadas atuando como pivô.

Sempre que a veterana Sylvia Fowles deixava a quadra, Damiris assumia a posição de pivô. Dentro dessa dinâmica, a brasileira entra em um jogo mais defensivo e não tem tanta liberdade para movimentar-se no ataque.

Mas atuando de ala, Damiris foi muito bem, anotou nove pontos e acertou uma bola de três em duas tentativas.

No geral, Damiris Dantas acertou quatro de oito arremessos, pegou quatro rebotes e deu uma assistência em pouco mais de 18 minutos em quadra.

Mais em Basquete