Siga o OTD

Damiris Dantas WNBA Minnesota Lynx Basquete

Basquete

Damiris Dantas tem bons números, mas Lynx perde

Brasileira deixa a quadra com quinze pontos e sete rebotes, a melhor do time no fundamento, mas o Minnesota cai para o Los Angeles Sparks

Damiris anotou 15 pontos em 24 arremessos tentados na partida (Lorie Shaull/Divulgação)

Damiris Dantas tem bons números, mas Lynx perde

Damiris Dantas bem que tentou, mas o Minnesota Lynx acabou perdendo mais uma pela WNBA. Mesmo com os 15 pontos e os sete rebotes anotados pela brasileira, o time foi superado pelo Los Angeles Sparks pelo placar de 97 a 81 neste domingo (9)

A brasileira teve uma atuação bastante participativa, porém não tão precisa durante os 26 minutos em que esteve em quadra. Os 15 pontos anotados por Damiris Dantas vieram em 24 arremessos, sendo oito deles da linha dos três pontos. Acabou acertando apenas oito, sendo três deles de fora. Deixou a quadra com uma taxa de aproveitamento de 33% nos arremessos.

+ No dia dos pais, atletas olímpicos celebram importância dos filhos

Além disso, Damiris Dantas ainda acertou os dois lances livres que disparou no jogo, deu uma assistência. Os sete rebotes colocaram a brasileira como líder do fundamento para a sua equipe.

Com a derrota, o Lynx fica estagnado na segunda colocação na temporada regular da WNBA com uma campanha de cinco vitórias e duas derrotas até o momento. O Seattle Storm lidera com 6-1. O próximo desafio para a equipe da brasileira será na terça (11), diante do Washington Mystics.

O jogo

O confronto deste domingo teve um início forte do setor ofensivo das duas equipes. Lideradas por boas atuações das armadoras das duas equipes, Crystal Dangerfield pelo lado do Minnesota Lynx e Riquna Williams pelo Los Angeles Sparks, as equipes foram bem no ataque e fecharam o primeiro quarto com a vitória parcial do Sparks por apenas quatro pontos.

No segundo quarto a equipe de Los Angeles começou a se acertar na defesa e complicar a vida de Damiris Dantas e cia. Sem espaço para concluir os seus arremessos a brasileira e as companheiras começaram a encontrar dificuldades para pontuar e viram as adversárias irem para o intervalo com uma vantagem de 10 pontos no placar.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Na volta para o terceiro quarto o Lynx viveu o seu melhor momento na partida. Sob a liderança de Crystal Dangerfield, que anotou 29 pontos durante toda a partida, a equipe conseguiu tirar a diferença e chegou a ficar na frente do marcador em alguns momentos.

No entanto, toda a melhora da equipe na volta do intervalo não voltou a se repetir no último quarto da partida. Com problemas na defesa, a equipe de Damiris Dantas viu o adversário somar 30 pontos no período e vencer o confronto com 16 de vantagem

Mais em Basquete