Siga o OTD

Basquete

Uninassau vence Sampaio e quebra tabu de dois anos na LBF

Time de Recife venceu as maranhenses comandado pela pivô Érika de Souza e conquista a quinta vitória seguida na temporada

Uninassau segue subindo na classificação (Robson Neves)

Uninassau vence Sampaio e quebra tabu de dois anos na LBF

Comandada mais uma vez por Érika de Souza a Uninassau/ Cabo de Santo Agostinho continuou sua ascensão na Liga de Basquete Feminino (LBF) 2019 ao vencer o clássico do nordeste contra o Sampaio Basquete por 71 a 55, no ginásio Wilson Campos, na capital pernambucana, na quarta (5).

A equipe treinada por Roberto Dornelas voltou a vencer a maranhense após dois anos e três meses – o último triunfo havia sido na temporada 2016/17 – e agora figura na quinta posição na temporada, com 8 vitórias em 14 jogos e 57% de aproveitamento. Já o Sampaio manteve a vice-liderança, agora com 75% de aproveitamento em 12 jogos (9V-3D).

Érika de Souza teve mais um duplo-duplo em sua segunda partida pela equipe, com 16 pontos e 15 rebotes, além de 59,3% de aproveitamento e eficiência 27 para levar mais um troféu de MVP da partida. Isabela Ramona (15 pontos), Brittany Starling (14 pontos e 10 rebotes) e Casanova (13 pontos e 7 assistências) também ajudaram a conduzir a Uninassau ao quinto triunfo consecutivo.

“Fico muito feliz. Agradeço muito a Deus por isso e ao Roberto de me dar a oportunidade de poder voltar aqui. Me sinto em casa e fico feliz também por poder estar ajudando minhas companheiras a sair com essa vitória importante”, declarou Érika de Souza.

No Sampaio, que teve noite abaixo da média (apenas 33% de aproveitamento geral), só Briahanna Jackson (15 pontos) e a aniversariante Vitória (10) pontuaram em dois dígitos. Raphaella Monteiro, que será uma das capitãs no Jogo das Estrelas no sábado, não foi bem e terminou com apenas 8 pontos e 2 rebotes.

“Foi uma partida difícil. A Uninassau tem um time forte, assim como a gente. A gente errou em alguns detalhes do jogo. Começamos bem, mas tivemos alguns erros defensivos e ofensivos. Agora é trabalhar para os próximos, acredito que jogaremos melhor em casa “, analisou Vitória Marcelino, do Sampaio.

Clássico na Liga de Basquete Feminino

O Sampaio começou melhor a partida no Recife, dominando boa parte do primeiro período, que a Uninassau só conseguiu virar no minuto final com uma bola de três convertida por Ramona. A equipe da casa ampliou a vantagem no segundo quarto, quando o Sampaio também foi mal, convertendo apenas 9 pontos com 24% de aproveitamento e ficando a dez pontos no placar.

Na volta do intervalo, o tricolor maranhense se ajustou, com Briahanna Jackson voltando bem (9 pontos no terceiro quarto), mas as pernambucanas conseguiram manter a diferença. O quarto final foi o melhor da Uninassau na partida, eficiente (58,8%) e aproveitando os pontos no garrafão com Érika e Starling para decretar o troco da derrota sofrida na rodada de estreia, em março.

Próximos jogos do Unissau e do Sampaio

Ambos jogam na quarta-feira (12) pela Liga de Basquete Feminino contra equipes do ABC paulista. A Uninassau/Cabo de Santo Agostinho enfrenta o Santo André/Apaba às 20h, (LBF LIVE), enquanto o Sampaio Basquete recebe o Instituto Brazolin/São Bernardo/Unip às 20h30.(LBF LIVE). Os confrontos se invertem na sexta (14).

Mais em Basquete