Siga o OTD

Basquete

São José surpreende e vence o Bauru fora de casa no NBB

Equipe não se intimidou por jogar no Ginásio Panela de Pressão, superou o rival por 75 a 63 e ainda o ultrapassou na tabela de classificação

Victor Lira/Bauru Basket

O sábado foi de alegria para o São José. Em pleno Ginásio Panela de Pressão, a equipe do técnico Paulo Cezar Jaú virou para cima do Bauru no último quarto e conquistou uma expressiva vitória fora de casa, pelo placar de 75 a 63. Com isso, o time joseense ultrapassou os bauruenses na classificação.

Põe na conta: O resultado fora de casa fez com que o São José ultrapassasse o próprio Bauru na classificação. Com duas vitórias em cinco jogos (40% de aproveitamento), a Águia “roubou” o décimo lugar do Dragão, que caiu para 11º, com campanha de três êxitos em nove oportunidades (33,3% de aproveitamento).

Trabalho coletivo: Para sair de quadra vencedor, o time do Vale do Paraíba contou com um forte jogo coletivo e teve quatro atletas pontuando em dígitos duplos: o ala Márcio Dornelles, de 43 anos (14 pontos), o armador argentino Fabian Sahdi (13), o ala Schneider (13) e o pivô Douglas Nunes (12), que ainda pegou dez rebotes e registrou um duplo-duplo.

Que último quarto: O último quarto foi o momento chave da vitória joseense. Depois de fechar o terceiro período perdendo (48 a 45), a Águia contou com 13 pontos do ala Schneider (4/6 nos arremessos de quadra), venceu a parcial por expressivos 30 a 15 e fechou o duelo com vitória por 12 pontos de vantagem: 75 a 63.

Hora do bote: A virada do São José aconteceu na metade do último quarto. Depois de estar perdendo por 57 a 54, a equipe visitante emplacou uma corrida de 9 a 0 e não só virou o jogo como ainda abriu seis pontos (63 a 57). A partir daí, a confiança joseense aumentou e esfriou qualquer tentativa de reação dos donos da casa, que não tiveram forças para buscar a virada.

Fizeram falta: O Bauru entrou em quadra com cinco desfalques: os armadores Larry Taylor e Samuel e os alas Alex Garcia e Gui Santos, que ainda se recuperam de suas lesões e têm retornos próximos, além do ala/pivô Gabriel Jaú, que voltará à ativa somente em fevereiro de 2019.

Baixa inesperada: Após ser um dos destaques da vitória contra o Minas na quinta-feira (08/11), o ala/pivô Jefferson William ficou em quadra por pouco mais de dois minutos devido a um desconforto no músculo posterior da coxa esquerda sentido durante o jogo. Desta forma, o departamento médico e a comissão técnica optaram por deixá-lo de fora do resto do jogo.

Bem que tentaram: Muito desfalcado, o Dragão teve o pivô Lucas Mariano, cestinha da partida com 23 pontos, como principal referência ofensiva. Seu companheiro no garrafão titular bauruense, o ala/pivô Renato Scholz, também se sobressaiu ao anotar 14 pontos.

Próxima parada: Agora, o Bauru voltará à quadra na terça-feira (13) para visitar o Joinville, no Centreventos Cau Hansen, às 19 horas. No dia seguinte, quarta-feira (14), o São José receberá o Flamengo, no Ginásio Lineu de Moura, também às 19 horas.

Mais em Basquete

viagra