Siga o OTD

Rodrigo Nascimento Troféu Norte-Nordeste atletismo

Atletismo

Rodrigo Nascimento e Letícia Lima vencem no Norte-Nordeste

Atletas ficaram em primeiro nas respectivas provas dos 100 m neste sábado pela competição regional, que está sendo realizada no Recife

Rodrigo Nascimento dominou os 100 m no Troféu Norte-Nordeste (Wagner Carmo/CBAt)

Rodrigo Nascimento e Letícia Lima vencem no Norte-Nordeste

Rodrigo Nascimento (Maranhão) e Letícia Lima (Ceará) foram os destaques do primeiro dia de disputa do 44º Troféu Norte-Nordeste adulto de atletismo, que começou na manhã deste sábado (31/10) e termina neste domingo (1º/11). A competição é realizada no Parque e Centro Esportivo Alberto Santos Dumont, no Recife.

Rodrigo Nascimento, campeão sul-americano dos 100 m e integrante do 4 x 100 m que foi ouro no Mundial de Revezamentos de Yokohama (JAP) e nos Jogos Pan-Americanos de Lima, ambos em 2019, venceu com 10s44. Esta foi sua estreia na competição e marcou seu retorno depois de sete meses longe das provas por causa da pandemia do coronavírus.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

O pódio foi completado por mais dois atletas do Maranhão. Flavio Gustavo da Silva Barbosa, reserva do 4×100 m no Mundial de Doha-2019, ficou e,m segundo lugar, com 10s53, e Bruno Lins, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008, em terceiro, com 10s57.

Nova geração no pódio

No feminino, Letícia Lima, medalha de bronze nos 200 m dos Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires-2018, confirmou seu favoritismo e ganhou com 11s4. Lara Beatriz Morais da Silva (Distrito Federal) ficou com a medalha de prata (11s6), seguida de Adelly Oliveira Santos (Maranhão), com 11s9, terminando em terceiro.

Dois outros destaques da primeira etapa foram Ingrid Iohanna Rodrigues Martins e Francisco Guilherme dos Reis Viana, ambos de Pernambuco, que quebraram os recordes da competição no lançamento do disco e nos 400 m com barreiras.

Ingrid obteve a marca de 47,75 m, superando o resultado de Maria Nilba dos Reis Fernandes, obtido em 1982, com 45,28 m. Já Francisco alcançou 51s4 na cronometragem manual. O recorde anterior era de Joelinton Lima Freira, com 52s75, desde 2001.

Pernambuco, campeão do evento de 2004 a 2019, já assumiu a liderança da competição, após as primeiras 10 finais. A seleção local conquistou 12 medalhas na classificação geral, com 5 de ouro, 3 de prata e 4 de bronze.

Mais em Atletismo