Siga o OTD

Atletismo

Petrúcio é ouro com direito a recorde no Mundial Paralímpico

Petrúcio Ferreira vence os 400m, seu 3º título mundial, e vai ao pódio com Thomaz de Moraes, que foi prata

Petrúcio Ferreira, medalha de ouro nos 400m T47 do Mundial de Atletismo Paralímpico
O paraibano Petrúcio Ferreira (Ale Cabral/CPB)

O brasileiro Petrúcio Ferreira conquistou a medalha de ouro nos 400m, classe T47, do Mundial de Atletismo Paralímpico que está sendo realizado em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Ele venceu a prova bem abaixo dos 48 segundos, neste sábado (9), cravando o novo recorde do campeonato: 47s87.

Como se fosse pouco, Petrúcio Ferreira vai ao pódio ao lado do compatriota Thomaz de Moraes, prata com o melhor tempo da carreira na distância. Marcou 48s27. O outro brasileiro na final, Yohansson Nascimento, chegou em quarto lugar com o tempo de 49s31. O bronze foi para Ayoub Sadni, do Marrocos, com 48s96.

É o terceiro título mundial do brasileiro, o primeiro nos 400m. Há dois anos, em Londres, ele alcançou a glória com o ouro nos 100m, prova que também vai disputar em Dubai, e nos 200m, esta fora do programa de Dubai.

Nos 100m, Petrúcio Ferreira é ainda campeão paralímpico, parapan-americano e recordista mundial. Tem duas medalhas de prata na Rio 2016, nos 200m e 4x100m. Ele também disputa o revezamento no Mundial de Atletismo Paralímpico deste ano.

Petrúcio Ferreira e Thomaz Morais no pódio dos 400m T47 do Mundial de Atletismo Paralímpico
Thomaz, Petrúcio e Ayoub no pódio (Ale Cabral/CPB)

+ Dois ouros e uma prata e um bronze no 2º dia do Mundial
+ Rayane Soares abre Mundial com ouro nos 400m T13

Superação de Petrúcio Ferreira

O caminho até o Mundial de Atletismo Paralímpico teve alguns obstáculos a serem superados, como um acidente doméstico que o tirou do Campeonato Brasileiro dias antes do início. “Tive de correr contra o tempo para voltar às competições”. A prova dos 400m era um dos seus maiores desafios este ano.

+ INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Mais Brasil em Dubai

Além de Petrúcio Ferreira, Thomaz de Moraes e Yohansson Nascimento, outros seis brasileiros disputaram finais neste sábado.

No arremesso de peso, na F37, Vitor de Jesus ficou em quarto com a marca de 13m76 e Emanoel Victor de Oliveira terminou em sétimo com 13m43. Fábio Bordignon também ficou perto do pódio. Foi o quarto melhor na final dos 200m T35 com o tempo de 26s15.

Vitor de Jesus ficou em quinto na final dos 400m classe T37 com 52s81, e Tascitha Cruz terminou em sétimo a dos 200m T36, com 31s80. Lorena Spoladore fez a final do salto em distância no T11 e ficou na décima colocação, com 3m32.

Dentre os que disputaram apenas as eliminatórias neste sábado, Thalita Simplicio marcou o melhor tempo da carreira nos 400m T11, 57s79, e se classificou para a final de domingo (10) com a melhor performance das eliminatórias na prova. Jhulia Karol foi a terceira melhor e também vai brigar pela medalha. Fernanda Yara ficou com o sexto melhor tempo nos 400m da classe T47, com 1min00s15, e é outra que está na final.

Ariosvaldo Silva fechou a dos 400m rasos na T53 com o 13º melhor tempo, 52s94, e não conseguiu vaga na final.

Mais em Atletismo