Siga o OTD

Natação

Tradição paraibana no Circuito Brasil é mantida em 2019

Joeferson Marinho, companheiro de treinos de Petrúcio Ferreira, se destaca no início do atletismo na etapa de João Pessoa; Natação e halterofilismo têm presença de ‘figurinhas carimbadas’ pela manhã

Divulgação: CPB

Tradição paraibana no Circuito Brasil é mantida em 2019

A Paraíba deu sequência na manhã deste sábado, 16, à tradição de revelar grandes velocistas paralímpicos. Joeferson Marinho foi o grande destaque do início das provas de atletismo no Circuito Brasil Atletismo, Halterofilismo e Natação, em João Pessoa. O jovem de 20 anos venceu os 100m T12 (para pessoas com baixa visão) e assumiu a liderança do ranking mundial da prova em 2019. A competição segue até domingo, 17, e conta com 592 atletas (299 do atletismo, 173 nadadores e 120 halterofilistas) de 13 estados.

Natural de Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa, Joeferson cravou o tempo de 11s26 em sua série dos 100m. A marca lhe coloca à frente de seus principais rivais na temporada e no caminho para obter a classificação para o Parapan de Lima, em agosto, e para o Mundial de Dubai, em novembro. Parceiro de treinos de Petrúcio Ferreira – campeão e recordista paralímpico e mundial dos 100m -, Joeferson espera dar sequência à tradição de seu estado.

“Achei muito bom poder competir em casa e conseguir um ótimo tempo. Foi ótimo correr aqui em João Pessoa e agora quero continuar trabalhando para melhorar minhas marcas para poder ir aos Jogos Parapan-Americanos e o Mundial de Dubai, em novembro”, disse o atleta, que começou a correr em 2013, mas passou a treinar mais dedicadamente em 2016.

“Velocistas bons existem em todo lugar, mas acho que o que influencia por aqui é a maneira com que trabalhamos. Esse é o nosso diferencial, pois temos uma história longa em desenvolver bons atletas aqui. O Joeferson está correndo uma barbaridade e posso dizer que ele vai melhorar muito mais ainda. Eu estou muito otimista com ele, pois ele tem tudo para ser um grande destaque para o Brasil”, disse Pedrinho Almeida, treinador de Joeferson Marinho.

Joeferson seguirá agora sua preparação para o Open Internacional Loterias Caixa, que acontecerá no fim do mês de abril, no CT Paralímpico, em São Paulo. Na capital paulista, terá a chance de confirmar seus melhores tempos e assegurar vaga nas principais competições internacionais da temporada.

Já na natação, o resultado mais expressivo ficou por conta da mineira Patrícia Pereira. A nadadora que representou o Brasil nos Jogos do Rio 2016 venceu os 400m livre feminino, classe S4, com o tempo de 3min36s50. Ela disputa a etapa Norte-Nordeste do Circuito apenas para tomada de tempo, uma vez que já detém vaga direta nas etapas nacionais.

No halterofilismo, por fim, o melhor resultado ficou por conta da mineira Ângela Faria (CDDU/MG). Ela venceu a disputa da categoria até 73kg, com a marca de 92kg. O levantamento representa um novo recorde brasileiro para esta divisão. Terezinha Mulato (Sadef/RN) ficou com o ouro entre as mulheres de até 61kg, com 88kg levantados. Mirian Salustiano (Unidef/PR), por sua vez, venceu a disputa de até 67kg, com a marca de 60kg.

O atletismo terá as suas provas retomadas na Vila Olímpica Parahyba a partir das 13h30. As disputas de halterofilismo e natação, no entanto, retornam mais tarde, às 15h30.

Este é o segundo estágio do Circuito 2019, cuja abertura aconteceu em São Paulo, nos dias 23 e 24 de fevereiro. Haverá ainda as fases regionais Centro-Leste, nos dias 30 e 31, em Uberlândia (MG), e Rio-Sul, em Curitiba (PR), de 12 a 14 de abril. Competidores de atletismo e natação que alcançarem os índices estabelecidos pelo departamento técnico do CPB garantem participação nas etapas nacionais, em São Paulo. A terceira fase nacional receberá a denominação de Campeonato Brasileiro, em setembro e outubro, e reúne os melhores do ano. As três competições serão realizadas no Centro de Treinamento Paralímpico.

Mais em Natação