Siga o OTD

Canal Kenjiria

Vôlei nas Olimpíadas: Veja quem o Brasil vai enfrentar

Vôlei Brasil Olimpíada
Reprodução

Estão definidos os países que vão disputar o vôlei nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O Brasil está no chamado “Grupo da Morte” na disputa masculina, enquanto a equipe feminina deve ter mais facilidade na primeira fase.

As definições dos grupos se deram por conta do fim das disputas dos torneios pré-olímpicos continentais, que foram encerrados no domingo (12). No masculino, a surpresa fica por conta da eliminação da Sérvia, atual campeã europeia. A ausência do Egito também é chamativa, uma vez que é a melhor seleção africana do ranking da FIVB (Federação Internacional de Voleibol).

Seis países estão classificados tanto para a modalidade masculina, quanto feminina. São eles Japão (país-sede), Argentina, Brasil, Estados Unidos, Itália e Rússia.

Confira a análise das possibilidades de medalha para o Brasil no vídeo:

GRUPO DA MORTE

A distribuição dos grupos é feita de acordo com o ranking da FIVB. O Japão, por ser país-sede, ocupa obrigatoriamente a posição de cabeça de chave do grupo A, e leva consigo a seleção classificada de pior ranqueamento – no caso masculino, a Venezuela. Na sequência, os times são colocados, de dois em dois, em cada chave.

Sendo assim, a disputa masculina ficou definida da seguinte forma:

Grupo A

Japão (10ª do ranking)
Polônia (3)
Itália (4)
Canadá (7)
Irã (8)
Venezuela (36)

Grupo B

Brasil (1)
EUA (2)
Rússia (5)
Argentina (6)
França (9)
Tunísia (22)

Já na competição feminina, o Brasil vai jogar no Grupo A:

Grupo A

Japão (7)
Sérvia (3)
Brasil (4)
Coreia do Sul (9)
República Dominicana (10)
Quênia (19)

Grupo B

China (1)
EUA (2)
Rússia (5)
Itália (8)
Argentina (11)
Turquia (12)

IMPASSE RUSSO

A vaga da Rússia ainda é uma pendência. O país foi banido de competições internacionais pelos próximos quatro anos por conta de escândalos de doping. No entanto, a decisão final está por conta do TAS (Tribunal Arbitral do Esporte).

Até o momento, a definição é de que os atletas russos poderão disputar os Jogos de Tóquio, mas sob uma bandeira neutra.

Mais em Canal Kenjiria