Siga o OTD

Paralímpicos

Susana: “inspiração é o que me faz levantar todos os dias”

No quarto capítulo da série Inspiração em parceria com a Nissan, Susana Schnarndorf comenta a importância da palavra em sua vida e rotina. Assista ao vídeo!

“Inspiração pra mim é o que me faz levantar todos os dias e vir treinar. E aqui no CT (Paralímpico), é inspiração para tudo que é lado. Então é uma coisa que me move pra vir aqui todos os dias para tentar melhorar mais um pouquinho,” faz a reflexão sobre a palavra Inspiração Susana Schnarndorf. Assista ao vídeo!

+ INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Susana é exemplo de superação. Quando diagnosticada com múltipla atrofia dos sistemas (MAS), a brasileira triatleta tinha, na época, expectativa de apenas mais três anos de vida. Mas, desde o surgimento da doença até hoje, já se passaram 15 anos e ela segue ativa, cheia de energia e, acima de tudo, inspirando a nova geração. É um milagre em vida, como definem os médicos.

“Eu comecei na natação como forma de reabilitação. A natação é o lugar em que eu me sinto ‘normal’. A Susana representa pra mim que você pode tudo, que, mesmo com as dificuldades da vida, você pode. Se você tentar, você vai conseguir,” conta Mariana Nunes, atleta de 14 anos.

“Ela é um exemplo de vida. Mesmo com tudo aquilo, mesmo com todas as dificuldades da vida, ela sempre está aqui e nunca desiste,” completa. “Eu achava que nunca ia conhecer e ainda conhecer, ser amiga, poder conversar. Eu acho que é incrível,” faz a reflexão Mari com brilho nos olhos.

O contato direto com o ídolo faz toda a diferença na trajetória da jovem nadadora: “Eu acho que o que representa a Susana em palavras é: vitória, garra e guerreira. Su, eu queria te dizer que você sempre vai ser uma inspiração para mim. Sempre vou falar de você com muito orgulho. Eu acho que você é uma inspiração. É uma mulher muito guerreira. Eu gosto de você não só como uma inspiração no esporte, mas como lição de vida”.

Não é só a Mari que Susana Schnarndorf inspira. São inúmeros exemplos na trajetória da nadadora paralímpica. Assista abaixo!

O encontro

Emoção. Lágrimas. Gratidão. As duas atletas convivem no Centro Paralímpico, mas poucas foram as chances de conversas profundas sobre inspiração. A reportagem trouxe a reflexão na jovem e o espelho na atleta consagrada.

“Quando me falaram pra participar eu achei o máximo, porque você me incentivou muito na natação. Às vezes, dá vontade de desistir, mas você me ajuda muito”, desabafa Mariana Nunes, logo interrompida por Susana com palavras de coragem. “Sabe qual é minha frase preferida? Nóis (sic) capota mais não breca,” brinca Schnarndorf.

“As vezes eu achava horrível ter deficiência, mas hoje eu sei o quanto é difícil para todos. Então você me ajudou muito,” diz Mari. “O que vale é o que a gente tem aqui, no coração,” responde Su.

“Isso muda a vida da gente, né? Obrigada. Você me ajudou muito. Mudou muito a minha forma de pensar,” conclui Mari. “Isso que você está falando pra mim vale muito mais do que qualquer medalha que eu possa ter ganho,” rebate Susana e olha que conquistas não faltam no currículo.

A reflexão de Susana

“Escutar o que ela me falou me faz ter mais força, mais vontade de continuar, apesar de tudo. O mais importante pra mim, além de ir para uma Paralimpíada, pegar o índice, bater um recorde, é uma vida que eu consiga mudar através da minha luta diária, de treino, de superação. Escutar isso vale mais do que qualquer medalha que eu possa ganhar,” conta.

Susana está em busca do seu índice para os Jogos Paralímpicos. Mostra todos os dias a força de vontade em seguir em busca do que acredita, independente de qualquer coisa que vier pelo caminho.

“O recado que eu deixo para as pessoas é o que eu faço todo dia. Tento passar todo dia com meus treinos, com a minha dedicação, que a inspiração tem que vir de dentro. Lá de dentro do coração da gente. Não deixe de lutar nenhum dia pelos seus sonhos. Essa é a maior inspiração de todas que eu gosto de deixar para as pessoas,” conclui.

Mais em Paralímpicos