Siga o OTD

Basquete

Com virada heroica, Flamengo vai à final da Champions Americas

Equipe carioca dominou o último quarto, venceu o Instituto Córdoba por 66 a 64 e se garantiu na decisão do torneio continental

Flamengo consegue reação incrível no último quarto e chega à final da Champions Americas (Foto: Marcelo Cortes/CRF)
Com reação incrível no último quarto, Flamengo chega à final da Champions Americas (Foto: Marcelo Cortes/CRF)

O Flamengo está na final da Champions League das Américas de basquete. Na noite desta quinta-feira (12), a equipe carioca enfrentou o Instituto Córdoba, da Argentina, e venceu o adversário por 66 a 64. Depois de ficar atrás por 20 pontos de diferença no intervalo, os cariocas tiveram uma atuação perfeita no último quarto e saíram do Maracanãzinho com a vitória.

Como já havia vencido o primeiro confronto na Argentina, o Flamengo venceu a série de melhor de três jogos e se garantiu na decisão do torneio continental.

Com 20 pontos, sete rebotes e uma assistência, Olivinha foi o destaque da equipe rubro-negra. Do lado argentino, Santiago Scala foi o melhor, com 18 acertos.

O Jogo

Uma bola de três de Olivinha colocou o Flamengo em vantagem logo no primeiro lance do jogo. A partir daí, no entanto, o Instituo Córdoba começou a dominar o duelo. Com uma defesa agressiva e bem postada, os argentinos impediam as ações dos brasileiros e começaram a abrir vantagem no marcador: 10 a 19 no fim do primeiro quarto.

No segundo período, os donos da casa continuaram errando muitos arremessos e desperdiçando contra-ataques preciosos. Um dos maiores nomes do Flamengo, Marquinhos continuou zerado na partida até metade do segundo quarto. Dominante no primeiro tempo, o Instituto foi para o intervalo vencendo por 20 pontos de diferença (21×41).

Olivinha foi o destaque do Flamengo na partida (Foto: Divulgação/FIBA)

No segundo tempo, a história mudou. O Flamengo voltou melhor no terceiro quarto, conseguindo boas infiltrações e diminuindo a vantagem para 13 pontos (28×41). Os argentinos passaram a errar mais e viram Marquinhos acordar para o jogo e liderar a reação carioca. Na bola de três dele, a diferença caiu para nove pontos (36×45). No fim, os argentinos se recuperaram e o período terminou em 40 a 52.

+INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Mas foi no último quarto que a equipe carioca teve uma reação incrível. Com quatro pontos seguidos de Leo Demetrio, a vantagem diminuiu para oito pontos (44×52). Marquinhos e Espinoza continuaram a aproximação e deixaram o Flamengo a dois pontos (50×52). E Olivinha, aproveitando a roubada de bola, conseguiu uma linda enterrada e empatou o confronto (52×52). Na bola de três de Rafa Mineiro, a equipe carioca passou à frente pela primeira vez na noite e conseguiu construir uma vantagem de cinco pontos (59×54).

Mas o Instituto estava vivo na partida. Depois de fazer apenas dois pontos no quarto, a equipe argentina conseguiu mais seis pontos e se aproximou no final (63×62). Nos últimos segundos, uma sequência de lances livres movimentou o jogo, mas o Flamengo conseguiu a vitória por 66 a 64 e a vaga para a final do torneio.

Na grande decisão da Champions League Americas, o Flamengo encara o vencedor do duelo argentino entre Quimsa e San Lorenzo. A data, no entanto, permanece indefinida, já que a FIBA resolveu adiar os campeonatos por causa da pandemia do coronavírus.

 

Mais em Basquete