Siga o OTD

Wrestling - Coronavírus - Mundial

Coronavírus

Coronavírus: federação adia todos os torneios até 30 de junho

Federações Brasileira e Internacional de Wrestling suspenderam todas as suas competições previstas para acontecer até 30 de junho

Laís Nunes está classificada para Tóquio (Washington Alves/COB)

Coronavírus: federação adia todos os torneios até 30 de junho

A Confederação Brasileira de Wrestling (CBW) e a United World Wrestling (UWW), a federação Internacional da modalidade, anunciaram o adiamento de todas as competições previstas para acontecerem até o dia 30 de junho deste ano. A medida foi tomada de acordo com a recomendação da Organização Mundial da Saúde, devido à pandemia de coronavírus.

“Ciente da importância de preservar a integridade física de seus atletas e profissionais envolvidos nas competições, a CBW espera em breve poder anunciar as novas datas dos eventos anteriormente progamados”, disse em nota.

Vale lembrar que o Wrestling foi uma das poucas modalidades que ainda conseguiu realizar a Seletiva Olímpica Pan-Americana no início de março, quando a situação do coronavírus se agravava de vez no mundo. Na ocasião, Aline Silva, Laís Nunes e Eduard Soghomonyan garantiram vaga em Tóquio.

Mundial pode acontecer no ano que vem

Com o adiamento dos Jogos Olímpico de Tóquio para 2021 por causa da pandemia de coronavírus, as Federações estão tendo que revisar seus calendários e remarcar Campeonatos Mundiais que estavam previstos para acontecer no ano que vem, como é o caso do atletismo.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

O Mundial de wrestling está marcado para outubro de 2021 e segundo o portal Inside The Games, a Federação Internacional da modalidade pretende manter a data.

“Os atletas merecem seu grande torneio e nós provavelmente vamos ver um Mundial acontecer em ano olímpico pela primeira vez. A Federação Norueguesa (onde vai acontecer o Mundial) já disse que está pronta para adiar o campeonato em algumas semanas, mas em 2021”, disse Tzeno Tzenov, vice presidente da UWW.

Mais em Coronavírus