Siga o OTD

Vôlei

De virada, Brasil vence a Holanda em segundo amistoso

Ennas Barreto

De virada, Brasil vence a Holanda em segundo amistoso

Após sair atrás no primeiro set, Brasil contou com boa atuação de Lucão para virar a partida e vencer a Holanda nesta segunda-feira (20)

O Brasil venceu a Holanda na segunda partida da série de amistosos que fará contra essa seleção. Em uma partida que teve um começo complicado, o time de Renan Dal Zotto conseguiu reagir e venceu os holandeses, de virada, por 3 sets a 1 nesta segunda-feira (20), em Manaus.

O primeiro set foi marcado por muito equilíbrio, com as duas equipes aproveitando muito suas potências ofensivas. Nos últimos pontos, a Holanda consegui encaixar uma boa sequência e aproveitou para fechar o primeiro set.

No segundo set, porém, a situação começou a mudar de forma. Deixando de centralizar as jogadas ofensivas em Kadu, o time brasileiro passou a usar de sua melhor arma de ataque: Wallace. O oposto foi novamente o maior pontuador da partida com 14 pontos.

A partir daí, o Brasil assumiu o protagonismo do jogo, mesmo sem conseguir abrir boas vantagens durante toda a partida e buscou a virada nos dois sets seguintes.

Outro ponto a ser destacado foi Lucão. Voltando a encaixar boas sequências de saque, o jogador fez a diferença garantindo muitos pontos de saque para o Brasil.

O bloqueio brasileiro também funcionou muito bem, principalmente com Mauricio Souza e Luca Lóh.

Lucão criticou um pouco a partida do time brasileiro, mas valorizou o desempenho da seleção holandesa. “Uma partida um pouco menos constante quanto a primeira que a gente fez, mas eles jogaram melhor também, conseguiram equilibrar mais o passe no jogo de hoje. O levantador deles jogou muito bem, que melhorou a rodada de bola deles. Mas é isso aí. Como eu já falei hoje pela manhã, eles estudaram a gente melhor e, com certeza, iam fazer uma partida melhor”, falou.

Ele também já projetou o próximo confronto, que será disputado em Belém. ” Quanto mais vai estudando, quanto mais vai conhecendo, mais dura a partida vai ficando, mais difícil é derrotar o adversário. Então, com certeza, em Belém se todo mundo tiver bem fisicamente vai ser uma outra grande partida”, comentou.

Após a partida, Bruno falou sobre o futuro da equipe na temporada. “A gente como sempre tem que pensar em chegar entre os melhores. Acho que essa é a responsabilidade que o Brasil durante tantos anos, e depois de ter conquistado tantos títulos, ser o primeiro do ranking há mais de quinze anos, tem essa responsabilidade. Então nosso pensamento não pode ser diferente. A gente sabe que vai encontrar talvez o mundial mais equilibrado de todos os tempos, com pelo menos seis ou sete equipes que podem vencer, então esses jogos de preparação, estão sendo importantes para a gente ganhar ritmo de jogo, melhorar, ver onde a gente pode crescer e, com certeza, a gente tem ainda tres semanas aí para melhorar. A gente viu que tem coisa para melhorar ainda mais. Foi um bom teste, vencemos e foi bacana também ver o calor da torcida de Manaus aqui. Agora é partir para Belém”, disse.

Renan Dal Zotto parabenizou a equipe brasileira pela atuação na vitória. “Jogo duro, bastante tenso, a gente teve que mexer algumas peças devido ao cansaço da primeira partida, a viagem, mas todos que entraram corresponderam. Então o time tá de parabéns. A gente vê que precisa melhorar uma série de situações durante o jogo. Crescemos na dificuldade, sair perdendo de um a zero não é fácil e o time soube ter paciência, jogar as bolas difíceis e ter maturidade para fechar os sets na hora importante”, explicou.

Porém, o treinador também apontou pontos a serem melhorados para o próximo jogo. “Temos que ter mais regularidade no saque. Sacar não só forte, mas nas posições corretas. E um aproveitamento melhor no contra ataque. Nós conseguimos construir bastante contra ataque, desperdiçamos muito em cobertura, em finalizações de ataque. Nos precisamos melhorar ali”.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (22), às 18h45.

Mais em Vôlei