Siga o OTD

Vôlei

Com reservas, Brasil vence Coreia pela Liga das Nações

Com reservas, Brasil vence Coreia pela Liga das Nações

Mesmo sem os principais jogadores, seleção masculina de vôlei faz 3 a 0 na Coreia do Sul e soma três vitórias em quatro partidas na Liga das Nações

Na tarde desta sexta-feira (1), a seleção masculina de vôlei fez 3 a 1 na Coreia do Sul, em partida realizada na cidade de Goiânia, e conquistou a terceira vitória em quatro partidas. O Brasil, com a maioria dos jogadores reservas, dominou o jogo todo, tomou um susto no terceiro set, mas soube finalizar a partida.

+ CONFIRA A TABELA DA LIGA DAS NAÇÕES MASCULINA

O principal fundamento brasileiro foi o saque. Com Éder e Isac muito afinados, o Brasil acabou com a recepção sul-coreana e deitou e rolou nos contra-ataques. Evandro também fez a festa pelas pontas e deu vazão para um ataque muito explosivo do Brasil.

A Coreia do Sul fez o primeiro ponto da partida, mas o bom começo parou por aí. O Brasil se impôs na partida e rapidamente passou à frente no placar. Com saques poderosos, os brasileiros bagunçaram com a recepção adversária, o que acabou gerando vários contra-ataques brasileiros.

Sem grandes problemas, o Brasil fez 25 a 21 na primeira parcial. E o segundo set seguiu o mesmo roteiro. Sul-coreanos jogando com o passe quebrado, e o Brasil atacando com muita potência no ataque.

De novo, sem susto algum, o Brasil fez 25 a 19 e garantiu dois sets a zero. Como de costume, o terceiro set foi o mais equilibrado. A Coreia chegou a abrir uma pequena vantagem e se soltou mais em quadra. O saque brasileiro já não tinha o mesmo efeito e o jogo complicou.

Mesmo assim, a seleção brasileira seguia de perto no placar e, na primeira chance, reagiu e retomou a ponta no placar. A Coreia do Sul era pura frustração. Após fazer um set duro, e empatar em 15 a 15, o time sumiu nos últimos pontos e começou a dar pontos bobos para o Brasil.

Sem vacilar, o Brasil fez 25 a 19 e fechou a partida em 3 sets a 0. Essa á terceira vez que o Brasil vence uma partida por 3 a 0 na atual edição da Liga das Nações.

Mais em Vôlei