Siga o OTD

Vôlei

Wallace desequilibra e Taubaté vence Cruzeiro na Superliga

Divulgação

Wallace desequilibra e Taubaté vence Cruzeiro na Superliga

Wallace faz valer a “lei do ex”, é destaque da partida e Taubaté consegue vencer Cruzeiro no primeiro jogo da semifinal da Superliga Masculina

Teve “Lei do ex” no vôlei. Na reedição da final da última temporada, Wallace desequilibra para o Taubaté que consegue vencer o Cruzeiro no primeiro jogo da semifinal da Superliga masculina, neste sábado, 7, no ginásio do Riacho. Em partida com muitos erros de saque, o time paulista foi mais efetivo na virada de bola e conseguiu a vitória por 3 sets a 1, com parciais de 23/25, 25/22, 25/17 e 29/27. O oposto foi o maior pontuador, com 22 acertos e eleito o melhor da partida. Com o resultado, a equipe do Vale do Paraíba larga na frente na briga por uma das vagas na final.

No primeiro set, Cruzeiro e Taubaté mostraram na quadra o que se esperava da partida. Com muito equilíbrio, os dois lados da quadra se equivaliam nas viradas de bolas e no excesso de erros de saque. A igualdade se manteve até o fim da parcial, quando os mineiros conseguiram fazer valer o mando de quadra, abriram a vantagem mínima e venceram por 25 a 23.

Na segunda parcial, a história se repetiu. Erros de saque em excesso dois lados e igualdade na pontuação durante grande parte do tempo. Na segunda metade do set, o time do Vale do Paraíba diminuiu um pouco a quantidade de erros nos fundamentos, fez crescer o volume de jogo e assumiu o placar, caminhando para a vitória por 25 a 22.

No terceiro set, o Taubaté foi absoluto. Desde os primeiros pontos, o time de São Paulo assumiu o placar e aos poucos foi abrindo diferença até chegar a oito pontos de vantagem, com 16 a 8. Com a parcial quase perdida, o Cruzeiro esboçou uma reação, mas a desvantagem era muito grande e a equipe do Vale do Paraíba não teve dificuldades para finalizar em 25 a 17.

No quarto set, o Taubaté jogou quase todo tempo na frente do placar. Aproveitando o embalo da parcial anterior, os paulistas mantiveram a quantidade de erros mais baixa e lideraram o marcador. Na segunda metade da parcial, o Cruzeiro diminuiu um pouco os erro de saque e cresceu no sistema defensivo, conseguindo passar a frente e abrir dois pontos, com 20 a 18. Contudo, os paulistas voltaram a se acertar e viraram para 21 a 20, passando a trocar pontos com os mineiros. Como nenhum dos lados abriu a vantagem mínima para a vitória, o limite de 25 pontos foi ultrapassada e o jogo só acabou após um ace de Wallace, fazendo 29 a 27 e 3 sets a 1 no jogo.

Mais em Vôlei