Siga o OTD

Vôlei

Tabela da Liga das Nações de vôlei feminino

Confira todos os jogos, das três semanas, além de classificação e resultados dos duelos

Liga das Nações de vôlei feminino tabela VNL Zé Roberto Guimarães vôlei feminino
(CBV)

Tabela da Liga das Nações de vôlei feminino

Primeira Fase

CLASSIFICAÇÃO

PosTimePtsJVDPróContra
112440120
212440122
39431105
49431105
5943195
6843195
7742297
8642287
9642277
10642267
11341359
12341359
133413310
143413310
150404312
160404112

1ª SEMANA

DataEventoTempo/Resultado
Bulgária - Holanda
Itália - Polônia
China - Coreia do Sul
Brasil - Canadá
França - Alemanha
Japão - Turquia
EUA - Tailândia
Sérvia - República Dominicana
Alemanha - Itália
Bulgária - Japão
Holanda - Turquia
Brasil - Coreia do Sul
China - EUA
República Dominicana - Canadá
Japão - Alemanha
França - Polônia
Itália - Bulgária
Sérvia - Tailândia
China - Canadá
Brasil - EUA
Polônia - Holanda
França - Bulgária
Itália - Turquia
Sérvia - China
Coreia do Sul - República Dominicana
Tailândia - Canadá
Alemanha - Holanda
Brasil - Sérvia
Polônia - Japão
França - Turquia
EUA - República Dominicana
Tailândia - Coreia do Sul
BLOCOS

2ª SEMANA

DataEventoTempo/Resultado
Tailândia - República Dominicana
Brasil - Japão
Polônia - Sérvia
Canadá - EUA
Itália - França
Holanda - China
Coreia do Sul - Bulgária
Alemanha - Turquia
República Dominicana - Itália
França - Japão
Brasil - Holanda
Coreia do Sul - Polônia
Canadá - Alemanha
Sérvia - Turquia
França - Tailândia
Holanda - República Dominicana
Japão - China
Alemanha - Polônia
Sérvia - Canadá
Bulgária - EUA
Brasil - Itália
República Dominicana - Japão
Tailândia - China
Coreia do Sul - Turquia
Polônia - EUA
Sérvia - Bulgária
França - Holanda
Brasil - Tailândia
Itália - China
Coreia do Sul - Canadá
EUA - Turquia
Bulgária - Alemanha
BLOCOS

3ª SEMANA

DataEventoTempo/Resultado
EUA - França
Alemanha - República Dominicana
Itália - Canadá
Bulgária - China
Holanda - Sérvia
Turquia - Tailândia
Coreia do Sul - Japão
Brasil - Polônia
Holanda - EUA
Bulgária - Tailândia
França - Coreia do Sul
Brasil - Alemanha
Japão - Canadá
República Dominicana - Turquia
Sérvia - França
Brasil - Bulgária
Canadá - Holanda
República Dominicana - Polônia
Itália - Coreia do Sul
China - Alemanha
Canadá - França
República Dominicana - Bulgária
Itália - EUA
Polônia - Tailândia
Japão - Sérvia
China - Turquia
Holanda - Coreia do Sul
Alemanha - Tailândia
Sérvia - Itália
Brasil - Turquia
Japão - EUA
China - Polônia
BLOCOS

A tabela da Liga das Nações de vôlei feminino prevê a estreia do Brasil para o dia 14 de maio. Será, portanto, contra o Canadá, pela primeira semana da competição, a ser disputada no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. A seleção brasileira feminina busca a primeira taça da competição.

A Liga das Nações de vôlei feminino existe desde o ano de 2018. Assim, a competição foi criada para substituir o Grand Prix, torneio que foi realizado entre 1993 a 2017. Os Estados Unidos ganharam a primeira edição da chamada VNL. A cidade de Nanquim, na China, foi a sede. Os EUA venceram ainda as duas edições seguintes, sendo, portanto, o maior vencedor com três troféus conquistados. Assim, a quarta edição foi vencida pela Itália. No ano passado, então, quem ficou com a taça foi para a Turquia.

Três semanas

A tabela da competição, vale lembrar, é divida em três semanas. A primeira, no Brasil e em Ancara, Turquia, vai de 14 a 19 de maio. Assim, a segunda semana vai de 28 de maio e 2 de junho com jogos realizados em Macau, na China, e em Arlington, nos EUA. Por fim, a terceira semana vai de 11 a 16 de junho, em Hong Kong, China, e Fukuoka, Japão. A fase final será em Bangkok, na Tailândia. A tabela prevê a decisão entre os dias 20 e 23 de junho reunindo as oito melhores seleções da primeira fase.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Seleção brasileira na Liga das Nações de Vôlei Feminino

O Brasil chegou a três finais seguidas da VNL. Na segunda, terceira e quarta edições. Perdeu, portanto, para os Estados Unidos, duas vezes, e Itália. Agora, com a tabela já definida, tem traçado o caminho para voltar à disputa do título e, desta vez, portanto, ficar com o caneco.

Jornalista com mais de 20 anos de profissão, mais da metade deles na área de esportes. Está no OTD desde 2019 e, por ele, já cobriu 'in loco' os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, além dos Jogos Pan-Americanos de Lima e Santiago

Clique para comentar

Você deve estar logado para postar uma comentário Login

Deixe um Comentário

Mais em Vôlei