Siga o OTD

Vôlei

Rexona atropela o Praia Clube e termina turno da Superliga disparado na liderança

A expectativa era de um jogo equilibrado na reedição da final da última Superliga. Mas um jogo perfeito do Rexona-Sesc somado a uma péssima atuação do Dentil/Praia Clube resultou com uma vitória extremamente tranquila da equipe do Rio de Janeiro por 3 sets a 0 com parciais de 25/20, 25/11 e 25/21, mesmo jogando como visitante em Uberlândia.

As estatísticas explicam os motivos que fizeram o Rexona vencer com tanta facilidade. A grande diferença da partida foi no bloqueio. Enquanto a equipe do Rio de Janeiro fez 14 pontos no fundamento, o Praia Clube mal conseguiu parar os ataques de Juciely, Anne Buijs, Gabi e Monique e só fez três pontos.

O Rexona fez também mais pontos de saque (4 a 1) e também de ataque (33 x 29), além do Praia Clube ter cometido muito mais erros do que o adversário (23 a 18). “Nós sabíamos que elas costumam crescer dentro de casa, então fizemos taticamente tudo muito certo e elas não conseguiram jogar. Acho que o saque entrou muito bem também”, analisou a ponta passadora do time carioca, Monique.

Do lado do Praia Clube, a decepção foi muito grande por conta da fraca atuação da equipe. Logo depois do jogo, o técnico Ricardo Picinin fez questão de reunir a equipe e dar uma dura nas jogadoras ainda na quadra. “Temos que colocar a cabeça no lugar. Cada uma tem que ir para essa pausa de fim de ano e pensar no que estamos fazendo. Pelo que a gente treina, não podemos nunca apresentar um segundo set como o que fizemos. Temos que colocar a cabeça no lugar para retornar ano que vem de um jeito diferente”, acredita Claudinha.

Com o resultado, o Rexona fechou o primeiro turno na liderança da Superliga com 31 pontos, 10 vitórias e apenas uma derrota, enquanto o Praia Clube caiu para a quinta colocação com 23 pontos (oito vitórias e três derrotas).

Outros jogos da última rodada do turno da Superliga

Na vice-liderança está o Vôlei Nestlé, único time que conseguiu vencer o Rexona até agora. A equipe de Osasco soma 24 pontos, mas tem um jogo a menos do que o time de Bernardinho, e encerra sua participação no primeiro turno contra o Genter Vôlei Bauru, que é o terceiro colocado com 23 pontos.

Depois de perder os dois primeiros sets, Brasília reagiu e derrotou o São Caetano de virada

O Terracap/BRB/Brasília tomou o quarto lugar do Praia Clube ao derrotar o São Cristóvão Saúde/São Caetano, de virada, por 3 a 2, com parciais de 25/27, 14/25, 25/19, 25/16 e 15/10. O time do Distrito Federal terminou o primeiro turno da Superliga com oito vitórias e três derrotas.

Fora de casa, o Fluminense não deu chances para o Sesi, venceu por 3 a 0 e está no G-8

Completam os oito primeiros colocados que formam a zona de classificação para os playoffs da Superliga o Camponesa/Minas, que derrotou o Renata Valinhos/Country por 3 a 0 (25/15, 25/17 e 25/15), o Pinheiros, que bateu o Rio do Sul por 3 a 1 (25/18, 25/16, 17/25 e 25/21), e o Fluminense, que, mesmo fora de casa, venceu o Sesi em três sets com parciais de 25/9, 25/21 e 26/24.

Mais em Vôlei