Siga o OTD

Vôlei

Cruzeiro vence pela quarta vez por 3 a 0 e lidera a Superliga masculina de vôlei

Cruzeiro vence pela quarta vez por 3 a 0 e lidera a Superliga masculina de vôlei

Atual campeão da Superliga masculina de vôlei, Sada Cruzeiro (MG) garantiu a quarta vitória em quatro jogos na noite desta quinta-feira (17.11), quando levou a melhor sobre o São Bernardo Vôlei (SP). Mesmo na casa do adversário, no ginásio Adib Moysés Dib, em São Bernardo do Campo (SP), a equipe dirigida pelo técnico Marcelo Mendez venceu por 3 sets a 0 (25/17, 31/29 e 25/18), em 1h27 de jogo.

A partida desta quinta-feira foi válida ainda pela primeira rodada da Superliga já que, quando aconteceram os primeiros jogos, o Sada Cruzeiro teve seu jogo adiado por estar na disputa da Supercopa masculina, contra o Vôlei Brasil Kirin (SP). Na ocasião, o time mineiro conquistou o bicampeonato.

Foi a quarta vitória por 3 sets a 0 do Cruzeiro em quatro jogos da Superliga. Com isso, o time mineiro chegou a 12 pontos e abriu quatro de vantagem sobre os concorrentes mais próximos. Com um jogo a mais, o atual campeão não pode ser alcançado no fim de semana porque Brasil Kirin e Taubaté, que somam oito pontos, poderão chegar no máximo a nove.

+ VEJA COMO ESTÁ A CLASSIFICAÇÃO

Nesta noite, o ponteiro Rodriguinho foi o maior pontuador da partida, com 14 acertos, e o central Isac teve uma atuação que agradou a torcida do Sada Cruzeiro. O jogador foi o mais votado no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e foi premiado com o Troféu VivaVôlei de melhor do jogo. O VivaVôlei é o programa de responsabilidade social da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) que atende crianças de 7 a 14 anos por meio de escolinhas de vôlei.

“A equipe toda contribuiu e não posso dar menos do que a equipe precisar para a vitória. Fico feliz de ter feito um bom jogo e ajudado o Sada Cruzeiro a conseguir mais uma vitória. Fizemos uma semana de três jogos e foi bom porque todos tiveram oportunidade de jogar e isso é importante pensando lá na frente. Mostramos que a equipe está pronta para quem precisar estar em quadra”, destacou Isac.

Pelo lado do São Bernardo Vôlei, o experiente levantador Marlon também falou sobre a partida. “Todos aqui têm um objetivo em comum que é dar um passo a frente em cada jogo. Hoje desperdiçamos essa oportunidade de crescer, mas fica a imagem de um time que deseja algo a mais e espero que isso aconteça nos próximos jogos. Nos momentos decisivos temos que ter muita frieza e coragem, principalmente contra uma equipe como o Sada Cruzeiro”, analisou Marlon.

O São Bernardo Vôlei volta à quadra pela Superliga já daqui a dois dias, no sábado (19.11), para enfrentar o Montes Claros Vôlei (MG), às 11h, novamente no Adib Moysés Dib. Já o Sada Cruzeiro jogará apenas na próxima quarta-feira (23.11), quando estará no Rio Grande do Sul para jogar contra o Lebes/Gedore/Canoas (RS), às 20h, no ginásio La Salle, em Canoas (RS).

O JOGO

O Sada Cruzeiro começou melhor e, com dois pontos de saque de Isac, fez 3/0. A equipe mineira ainda chegou a 5/0 e o técnico Douglas Chiarotti pediu tempo. Na sequência, os atuais campeões chegaram a 9/2. No bom saque de Madaloz, o São Bernardo Vôlei marcou 8, enquanto o adversário tinha 13 pontos. O Sada voltou a pontuar bem e, no bloqueio, abriu nove pontos de vantagem: 18/9. No erro do time da casa, o grupo mineiro fez 22/13. No final, com Filipe, a equipe cruzeirense fechou em 25/17.

No segundo set, o time visitante também começou melhor, abrindo 3/1. Com Madaloz bem, o São Bernardo Vôlei empatou em 3/3. Em mais um empate, as equipes estiveram iguais em 7/7. Em uma parcial bem mais equilibrada, o Sada Cruzeiro colocou um de vantagem em 12/11 no ace de Evandro. Com ponto de bloqueio de Pernambuco, os donos da casa fizeram 15/14. O São Bernardo ainda chegou a 16/14 e Marcelo Mendez pediu tempo. No bloqueio de Madaloz, 19/16 para o time paulista. O Sada buscou e, no erro do adversário, chegou ao empate em 18 pontos. O São Bernardo ainda marcou 21/19. A reta final do set foi bem disputada, com empates em 23/23 e 27/27. No final, o Sada Cruzeiro fechou em 31/29.

Embalado pela difícil vitória no set anterior, o Sada Cruzeiro chegou a 8/1 logo no começo do terceiro set em boa passagem de Evandro pelo saque. Neste momento, Douglas pediu tempo. O time mineiro seguiu melhor em quadra e, sem ser ameaçado, fez 14/5. Pedrão pontuou e fez 16/9. A vantagem passou a ser de 10 pontos em 20/10. O São Bernardo contou com erros do adversário e boa passagem de Marlon pelo saque na reta final do set e reduziu a diferença no placar em 24/18. Mas, o Sada Cruzeiro fechou o terceiro e último set em 25/18.

EQUIPES

SÃO BERNARDO VÔLEI – Marlon, Gabriel, Madaloz, Ademar, Wennder, Babu. Líbero – Vini
Entraram – Brasília, Pernambuco, Iago, Carrasco, Vitão
Técnico: Douglas Chiarotti

SADA CRUZEIRO – Fernando, Evandro, Isac, Pedrão, Filipe e Rodriguinho. Líbero – Serginho
Entraram – Alan, William, Léo
Técnico: Marcelo Mendez

Mais em Vôlei