Siga o OTD

Brasil e Austrália - Liga das Nações masculina

Vôlei

Brasil segura pressão da Austrália e vence mais uma na Liga das Nações

Maurício Borges e Isac comandam, e Brasil bate Austrália, mantendo a liderança no fechamento da 4ª semana da Liga das Nações

(Divulgação/FIVB)

Brasil segura pressão da Austrália e vence mais uma na Liga das Nações

Depois de dois jogos difíceis na Liga das Nações, o Brasil voltou à quadra nesta quinta-feira (17) para encarar a lanterna Austrália, no fechamento da quarta semana da competição. A seleção, no entanto, não teve vida tão fácil assim e precisou barrar o ímpeto australiano, especialmente no segundo set, para conquistar mais uma vitória em Rimini, na Itália, desta vez por 3 sets a 0 (25/17, 25/22 e 25/12).

Com o resultado, o Brasil volta a vencer uma partida sem ceder sets depois de dois jogos consecutivos (3 a 2 contra Eslovênia e 3 a 1 contra o Irã). Além disso, a seleção vai a 32 pontos e segue na liderança isolada da Liga das Nações. A Polônia é a vide-líder, com 27 pontos e ainda joga na rodada, mas não ultrapassa o Brasil.

Tabela da Liga das Nações de vôlei masculino 2021

O central Isac e o ponteiro Maurício Borges se destacaram e foram os maiores pontuadores entre os brasileiros, com 11 pontos cada um. “O jogo de hoje foi muito importante. Saímos muito felizes com a vitória e conseguimos rodar bastante os jogadores. A contribuição de cada e o espírito de grupo do nosso time foram fundamentais. Temos um grupo bem preparado e, independentemente do resultado, conseguirmos impor nosso ritmo. Vamos seguir buscando crescimento e ritmo de jogo”, analisou Isac.

Agora, o Brasil se prepara para a quinta e última semana desta primeira fase da Liga das Nações masculina. O próximo jogo é na segunda-feira (21), diante da Itália, às 11h30 (de Brasília). Depois, encara Alemanha e Rússia para selar a classificação para a semifinal, com o retorno de Lucão, já a partir do próximo confronto. E você acompanha todos os jogos, ao vivo, no Olimpíada Todo Dia.

O jogo

Alan - Brasil - Liga das Nações
Alan ganhou espaço no time titular contra a Austrália (Divulgação/FIVB)

Diante da lanterna Austrália, Carlos Schwanke começou o jogo com a seguinte formação: Bruno, Maurício Borges, Isac, Douglas Souza, Alan, Flávio e Maique. Os australianos, no entanto, surpreenderam e começaram muito bem, pressionando a seleção brasileira. Aos poucos, o Brasil reencontrou seu ritmo e logo equilibrou a partida. Com a defesa muito sólida, a equipe, então, assumiu a frente do placar e passou a construir vantagem mais confortável. Assim, a seleção dominou a parcial no fim e abriu 1 a 0.

No segundo set, a Austrália começou novamente melhor, com o Brasil um pouco abaixo do ritmo. Mais uma vez, a seleção brasileira cresceu em quadra e o jogo ficou bastante equilibrado, com as equipes trocando pontos. Com o desenrolar da parcial, os brasileiros até abriram vantagem novamente, com Maurício Borges liderando o ataque, mas os australianos reagiram e empataram. Eles seguiram na cola até o fim, mas o Brasil abriu dois pontos de frente, chegou ao set point e não desperdiçou, fechando esse segundo set bastante difícil.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

O Brasil voltou com tudo para a terceira parcial, com Isac marcando os quatro primeiros pontos e já abrindo vantagem. A seleção dominou totalmente as ações, colocando a maior diferença no placar até então, que passou dos 10 pontos. Com isso, Carlos Schwanke aproveitou para rodar um pouco o elenco em quadra, à medida que o time encaminhou a vitória. Assim, João Rafael e Vaccari entraram muito bem e ajudaram a seleção a fechar o jogo.

CAMPANHA DO BRASIL:

Primeira rodada:
28.05 – Brasil 3 x 0 Argentina (31/29, 26/24 e 25/16)
29.05 – Brasil 3 x 0 Estados Unidos (25/22, 25/23 e 25/19)
30.05 – Brasil 3 x 1 Canadá (25/17, 25/20, 22/25 e 27/25)

Segunda rodada:
03.06 – Brasil 0 x 3 França (37/39, 18/25 e 28/30)
04.06 – Brasil 3 x 0 Japão (25/20, 25/16 e 25/20)
05.06 – Brasil 3 x 1 Sérvia (23/25, 25/23, 25/15 e 25/22)

Terceira rodada:
09.06 – Brasil 3 x 0 Holanda (25/19, 25/22 e 27/25)
10.06 – Brasil 3 x 0 Bulgária (25/16, 25/22e 25/12)
11.06 – Brasil 3 x 0 Polônia (25/17, 28/26 e 25/19)

Quarta rodada:
15.06 – Brasil 3 x 2 Eslovênia (15/25, 25/22, 19/25, 25/13 e 15/12)
16.06 – Brasil 3 x 1 Irã (25/19, 23/25, 25/19 e 25/21)
17.06 – Brasil 3 x 0 Austrália (25/17, 25/22 e 25/12)

Reveja: Brasil x Austrália – 12ª rodada – Liga das Nações masculina

Mais em Vôlei