Siga o OTD

minas praia

Vôlei

Jogaço de cinco sets dá título da Copa Brasil ao Minas em cima do Praia

Em duelo de cinco sets, time de Belo Horizonte supera o Praia Clube por 3 sets a 2 e conquista o bicampeonato da competição

Thaisa vibra após ponto durante final vencida pelo Minas em cima do Praia (William Lucas/Inovafoto/CBV)

Jogaço de cinco sets dá título da Copa Brasil ao Minas em cima do Praia

A melhor partida da temporada. Na decisão da Copa Brasil feminina de vôlei, o Minas venceu o Praia Clube por 3 sets a 2, com parciais de 25/22, 29/27, 27/25, 25,27 e 15/13, em Saquarema. O destaque do duelo foram Dani Cuttino, com 23 pontos, e Fê Garay, com 28.

Ao final do duelo, oposta Dani Cuttino comemorou a conquista e a oportunidade de disputar um jogo de alto nível.

“Estou muito feliz de estar no Brasil e no Itambé/Minas onde estou desenvolvendo meu voleibol. Ainda tenho muito o que evoluir como jogadora. Disputar essa final foi muito emocionante. Essa decisão foi disputada em um nível de intensidade muito alto e foi uma experiência que eu nunca tinha vivido como jogadora. Estou muito feliz que jogamos em alto nível e ficamos com o título”, disse Dani Cuttino.

Outro destaque do jogo, a central Thaisa chamou a atenção para  união e a força do conjunto do time mineiro.

“Estamos trabalhando muito forte e superamos muitas dificuldades. O mais importante foi a superação do grupo com todas se ajudando e comprometidas com a busca pelo título. A força do time ajudou muito no final porque essa partida poderia ter ido para os dois lados. O Dentil/Praia Clube é uma equipe que bloqueia e defende muito bem. Ainda posso melhorar em alguns aspectos e ajudar mais o time. Agora é pensar na Superliga”, afirmou Thaisa.

Pelo lado do Dentil/Praia Clube, a central Walewska lamentou a derrota, mas fez questão de elogiar a postura do time de Uberlândia durante todo o confronto.

“Esse alto nível é sempre decidido em pequenos detalhes. Foi o nosso melhor jogo contra o Itambé/Minas na temporada. Tivemos um crescimento e conseguimos equilibrar a partida. Hoje faltou pouco, mas saímos desse jogo mais fortes”, garantiu Walewska.

O JOGO

A decisão começou com o Minas melhor. Sem errar tanto, o time da capital mineira conseguiu abrir 5 a 1 e o adversário parou o jogo. Na volta, o Praia Clube se reencontrou e encostou no placar após um contra-ataque de Anna, fazendo 12 a 11. Na continuação da parcial, os times passaram a trocar pontos e a equipe de Uberlândia chegou a liderar o marcador. Contudo, na reta final, Dani Cuttino e Thaisa comandaram e o Minas fechou em 25 a 22. 

Minas comemora a conquista da Copa Brasil após vitória sobre o Praia
Minas comemora a conquista da Copa Brasil após vitória sobre o Praia (William Lucas/Inovafoto/CBV)

Na segunda parcial, o Minas repetiu o começo. Depois de sair com uma desvantagem de 2 a 0, o time de Nicola Negro cresceu em todos os fundamentos, fez 7 a 2 e forçou a parada no duelo. A vantagem se manteve no placar até o 15 a 10, quando o time de Uberlândia encaixou. Com uma série de saques de Fê Garay, o time de Uberlândia encostou e igualou o placar em 15 a 15. 

Na continuação da parcial, os dois times passaram a trocar pontos, com cada uma das equipes conseguindo se manter com o momento do set para si. Na reta final, como nenhuma das equipes teve a vantagem mínima para a vitória, o jogo foi para o “vai a dois”. Neste momento, Fê Garay apareceu e, com um ataque pelo meio fundo, fechou o jogo em 29 a 27. 

+TABELA DA COPA BRASIL DE VÔLEI FEMININO

O terceiro set começou diferente dos anteriores e mostrou o equilíbrio desde o início. Diferente das duas parciais anteriores, Minas e Praia Clube não conseguiram abrir uma larga vantagem em nenhum momento do duelo e os dois times mantiveram a igualdade até a reta final. Nela, a equipe de Uberlândia chegou a ter uma diferença e a chance de vencer, mas com pontos de Thaisa e Dani Cuttino, o Minas fez 24 a 24 e levou para o “vai a dois”. Neste momento, o time de Belo Horizonte foi melhor e, em mais um bloqueio da central brasileira, fez 27 a 25. 

Forçando o tie break

No quarto set, o volume de jogo do Minas foi maior no começo. Conseguindo bloquear e defender mais, o time de Belo Horizonte abriu uma vantagem de 15 a 9 e forçou a parada no jogo. Na sequência do jogo, apesar do Praia Clube conseguir encostar no marcador, o time de Nicola Negro se manteve na liderança do placar durante a maior parte do tempo, contudo, na reta final, as adversárias cresceram. 

Minas medalha de prata
Jogadoras do Praia posam com a medalha de prata da Copa Brasil (William Lucas/Inovafoto/CBV)

Comandadas em quadra pela holandesa Anna e por Fê Garay, o Praia Clube salvou diversos match points, fez 24 a 24 e forçou o vai a dois. Neste momento, o time de Uberlândia errou menos e com um ace fez 27 a 25, forçando o tie break. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

No set desempate, o equilíbrio foi a maior marca. Na parcial mais curta, nenhuma das equipes conseguiu abrir uma vantagem no placar e o duelo seguiu igual até a reta final. Nela, o Minas foi mais consistente e, em dois ataques de Carol Gattaz fechou o jogo em15 a 13.

<div class="arena-liveblog" data-publisher="otd" data-event="lsoj" data-version="2"></div><script async="" src="https://go.arena.im/public/js/arenalib.js?p=otd&amp;e=lsoj"></script>

Mais em Vôlei