Siga o OTD

Vôlei

Bloqueio faz a diferença e Osasco pega o Praia na semifinal da Copa Brasil

Osasco não dá chances para o Curitiba e garante a classificação para a semifinal da Copa Brasil de vôlei feminino

(TKS Sport)

Com grande atuação do bloqueio, especialmente de Bia, que marcou sete de seus 12 pontos no fundamento, Osasco não deu chances para o Curitiba, venceu por 3 a 0 com parciais de 25/16, 25/22 e 25/16 e se classificou para a semifinal da Copa Brasil de vôlei feminino. Tandara, com 16 acertos, foi a maior pontuadora da partida.

+ TABELA DA COPA BRASIL FEMININA

Na sexta-feira, Osasco terá pela frente o Praia Clube na disputa por uma vaga na final da competição, que será disputada no sábado. A outra semifinal terá o confronto entre Sesi Bauru e Minas. A fase final da Copa Brasil de vôlei de praia será disputada na bolha do Centro De Desenvolvimento De Voleibol, em Saquarema (RJ).

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

O jogo desta terça-feira marcou a estreia da ponteira Sonaly por Osasco. A jogadora comentou sobre a vitória do time da casa e falou da emoção de voltar a jogar uma partida depois de um longo período.

“Estou muito feliz pelo resultado. Estava há quase um ano sem jogar e consegui aproveitar a oportunidade. Nosso time estava encaixadinho, mas infelizmente teve casos de COVID-19 e pequenas lesões. Cada uma sabe a sua função na equipe e fiquei feliz de ter ajudado”, disse Sonaly. Ela não disputava uma partida oficial desde a fase de classificação da Superliga da temporada passada, quando rompeu os ligamentos do joelho.

Na partida desta terça-feira, O Osasco teve Jeferson Arosti como treinador no banco de reservas, substituindo Luizomar de Moura, internado para se tratar da Covid-19. O comandante do time paulista foi internado no domingo e deverá receber alta apenas na quinta-feira. Outra baixa de Osasco é Spencer Lee, o outro auxiliar, que está prestes a ter alta.

Não por acaso, a vitória foi dedicada ao técnico Luizomar, que está internado, em observação, após sentir leve falta de ar no final de semana. “Todo o time se uniu e se superou para garantir essa classificação para o Luizomar”, afirmou o auxiliar Jefferson Arosti, que comandou a equipe nesta terça.

Apesar da ausência do treinador, Osasco não teve dificuldades para vencer o primeiro set. Com o bloqueio muito bem posicionado, a equipe paulista dominou completamente o duelo, fechando a parcial em 25/16. Com sete pontos, Bia foi o principal destaque do começo do jogo.

No segundo set, o Curitiba mudou sua estratégia de ataque. A levantadora Bruninha conseguiu encontrar novas opções, especialmente com Milena, e o time equilibrou o jogo. A disputa ponto a ponto foi quase até o final, quando Osasco conseguiu abrir a diferença que precisava para fechar em 25/22.

No terceiro set, sempre que foi preciso, Roberta acionou Tandara, que, como sempre, deu conta do recado. Osasco abriu 6 a 0 logo de cara e depois chegou a ter dez pontos de vantagem. O Curitiba tentou reagir, mas era tarde demais. A equipe paulista venceu por 25 a 16 e se classificou para a semifinal.

Mais em Vôlei