Siga o OTD

Vôlei

Bloqueio faz a diferença e Osasco pega o Praia na semifinal da Copa Brasil

Osasco não dá chances para o Curitiba e garante a classificação para a semifinal da Copa Brasil de vôlei feminino

(TKS Sport)

Bloqueio faz a diferença e Osasco pega o Praia na semifinal da Copa Brasil

Com grande atuação do bloqueio, especialmente de Bia, que marcou sete de seus 12 pontos no fundamento, Osasco não deu chances para o Curitiba, venceu por 3 a 0 com parciais de 25/16, 25/22 e 25/16 e se classificou para a semifinal da Copa Brasil de vôlei feminino. Tandara, com 16 acertos, foi a maior pontuadora da partida.

+ TABELA DA COPA BRASIL FEMININA

Na sexta-feira, Osasco terá pela frente o Praia Clube na disputa por uma vaga na final da competição, que será disputada no sábado. A outra semifinal terá o confronto entre Sesi Bauru e Minas. A fase final da Copa Brasil de vôlei de praia será disputada na bolha do Centro De Desenvolvimento De Voleibol, em Saquarema (RJ).

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

O jogo desta terça-feira marcou a estreia da ponteira Sonaly por Osasco. A jogadora comentou sobre a vitória do time da casa e falou da emoção de voltar a jogar uma partida depois de um longo período.

“Estou muito feliz pelo resultado. Estava há quase um ano sem jogar e consegui aproveitar a oportunidade. Nosso time estava encaixadinho, mas infelizmente teve casos de COVID-19 e pequenas lesões. Cada uma sabe a sua função na equipe e fiquei feliz de ter ajudado”, disse Sonaly. Ela não disputava uma partida oficial desde a fase de classificação da Superliga da temporada passada, quando rompeu os ligamentos do joelho.

Na partida desta terça-feira, O Osasco teve Jeferson Arosti como treinador no banco de reservas, substituindo Luizomar de Moura, internado para se tratar da Covid-19. O comandante do time paulista foi internado no domingo e deverá receber alta apenas na quinta-feira. Outra baixa de Osasco é Spencer Lee, o outro auxiliar, que está prestes a ter alta.

Não por acaso, a vitória foi dedicada ao técnico Luizomar, que está internado, em observação, após sentir leve falta de ar no final de semana. “Todo o time se uniu e se superou para garantir essa classificação para o Luizomar”, afirmou o auxiliar Jefferson Arosti, que comandou a equipe nesta terça.

Apesar da ausência do treinador, Osasco não teve dificuldades para vencer o primeiro set. Com o bloqueio muito bem posicionado, a equipe paulista dominou completamente o duelo, fechando a parcial em 25/16. Com sete pontos, Bia foi o principal destaque do começo do jogo.

No segundo set, o Curitiba mudou sua estratégia de ataque. A levantadora Bruninha conseguiu encontrar novas opções, especialmente com Milena, e o time equilibrou o jogo. A disputa ponto a ponto foi quase até o final, quando Osasco conseguiu abrir a diferença que precisava para fechar em 25/22.

No terceiro set, sempre que foi preciso, Roberta acionou Tandara, que, como sempre, deu conta do recado. Osasco abriu 6 a 0 logo de cara e depois chegou a ter dez pontos de vantagem. O Curitiba tentou reagir, mas era tarde demais. A equipe paulista venceu por 25 a 16 e se classificou para a semifinal.

Mais em Vôlei